icons.title signature.placeholder Bruno Quaresma
12/03/2014
12:24


Não é exagero dizer que o dia 12 de março de 2014 entrou para a história de Atalaia. As lágrimas de Aloísio Chulapa comprovam. O ex-atacante do São Paulo levou Rogério Ceni de Maceió até sua cidade, que fica a cerca de 40 km de distância, e quando chegou à mesa para entrevista coletiva já estava chorando.

Do lado de fora, muita gente na rua esperando um aceno, um toque no ídolo. Os moradores da pequena cidade do interior de Alagoas pareciam não acreditar.

Mas era verdade. Rogério Ceni deixou a concentração do Tricolor para prestigiar o amigo com quem conquistou o título mundial de 2005. Quando chegou a vez de Aloísio falar, ele quase não conseguiu. A emoção era tamanha que o atacante interrompeu o discurso diversas vezes.

- Estou aqui realizando esse meu sonho. Passei as últimas três noites sem dormir esperando chegar esse momento de você (Rogério Ceni) estar aqui nessa cidade que amo. Quando você disse que só dependia do Muricy eu já comecei a chorar. Trazer o maior goleiro do mundo para a minha cidade é um orgulho - declarou Aloísio.

Rogério Ceni não poupou elogios ao jogador e fez um discurso que levou o companheiro as lágrimas.

- A mim me orgulha muito ter a amizade e a lealdade de alguém. E você, Aloísio, sempre levou isso em primeira linha. Nunca imaginei estar em Atalaia, é sempre legal quando você faz um projeto para crianças - disse Ceni.

- Eu venho aqui não em nome do São Paulo. Eu venho aqui em nome de cada torcedor são-paulino. Eu tenho certeza que cada um gostaria de dar algo em troca por tudo aquilo que você fez pelo São Paulo - completou o capitão do Tricolor, que tirou fotos com quase todos os presentes no local.

Aloísio Chulapa vai abrir a Escolinha de Futebol Meninos de Ouro para tirar as crianças das ruas de Atalaia e região. O projeto conta com a ajuda do empresário Zeca do Grão de Ouro e deve atender cerca de 150 meninos e meninas.

O São Paulo enfrenta às 22h desta quarta-feira o CSA, em Maceió. A partida no Rei Pelé marca a estreia do Tricolor na Copa do Brasil de 2014. O goleiro foi liberado da concentração pelo técnico Muricy Ramalho.

* Atualizada às 14h00