icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
11/11/2014
14:13

Depois de nova vistoria, a Polícia Militar do Estado de São Paulo vetou o Alliaz Parque, a nova Arena do Palmeiras, de receber a lotação máxima de 43 mil pessoas. Por questões de segurança, o número será diminuído em quatro mil torcedores. Por isso, o presidente do Verdão fala em jogos de torcida única.

- Quantos recursos a PM não gasta para deslocar os torcedores adversários? Depois as pessoas se matam em estações de trêm. Podemos pensar em fazer jogos com uma única torcida. Com duas torcidas, perdemos quatro mil lugares - disse o palmeirense, em entrevista à rádio Transamérica.

Os assentos cortados serão utilizados para separar a torcida adversária. O mandatário alviverde explicou ainda que no anel superior do estádio, por exemplo, duas ou três fileiras ficarão sem torcedores. A medida é necessária para que os palmeirenses não joguem objetos na torcida adversária.

- É claro que gostaríamos de jogar com a capacidade máxima. Mas o papel da PM é visar a segurança. A torcida adversária tem que ficar isolada física e visualmente. Duas ou três fileiras do anel superior seram esvaziadas para que a torcida adversária não seja atingida - exemplificou.

O primeiro jogo oficial do Palmeiras em sua nova casa será realizado no próximo dia 19, diante do Sport, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.