icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/11/2013
16:56

Titular absoluto do Santos desde o empate em 1 a 1 no clássico contra o Corinthians, pelo primeiro turno do Brasileirão, na Vila Belmiro, logo após a goleada sofrida por 8 a 0 para o Barcelona, o volante Alison teme a possível saída de Claudinei Oliveira do comando do Peixe, mas prefere pensar no presente.

- Pode ser que sim (perca espaço), pode ser que não (perca) também. Mas eu acho que esse não é o momento de eu estar me preocupando com isso. Tenho que fazer meu trabalho no dia a dia sem pensar no que vai acontecer depois – afirmou o volante do Peixe

Desde que assumiu a função de principal marcador do Alvinegro, Alison tem se destacado. Com a maior média de desarmes do Brasileirão – 6,8 por jogo -, ele comemora a boa fase e afirma que está ‘mais cauteloso’.

- Primeiramente, quero dizer que estou muito feliz pelo momento que estou vivendo. Quero poder continuar mantendo essa sequência, podendo ajudar meus companheiros. Depois da minha expulsão, eu venho tomando menos cartões, estou tomando um pouco mais de cuidado – disse.