icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/11/2013
17:26

Contratado como uma das soluções ofensivas para o Internacional no segundo semestre deste ano, o meia Alex ainda não conseguiu se firmar como titular absoluto em sua segunda passagem pelo clube gaúcho. Após alternar alguns momentos como titular, o camisa 12 atualmente é reserva. Mas garante que não se incomoda com a situação.

- O tempo no futebol me ensinou a enxergar que o grupo é mais importante que o individual. Você vê que o clube está acima de todo mundo. Só podem jogar 11. É preciso trabalhar para ser importante seja cinco ou 90 minutos - explicou o jogador em entrevista coletiva.

Com passagens por Spartak Moscow e Corinthians, o meia era uma das armas do Colorado no segundo semestre. Chegou após o final da temporada no Al Gharafa., no Catar, o jogador chegou abaixo fisicamente do restante dos companheiros.

- Me sinto melhor, mas o Clemer está buscando o que é melhor para a equipe. Procuro buscar minha oportunidade. Teremos tempo para pensar no ano que vem. Independente de como estamos na tabela, temos que defender cada dia com uma importância muito grande, pois estamos em um clube que nos dá a oportunidade de fazer parte de uma história grandiosa, como a do Inter - destacou Alex.