icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/04/2014
19:12

Depois de garantir que jogaria dentro do Beira-Rio, o Internacional acabou confirmando que o Estádio Centenário será a sede do Gre-Nal deste domingo, que define o campeão gaúcho deste ano. A frustração por não poder utilizar a casa tem sido corriqueiro na rotina dos jogadores colorados. Abel Braga sempre foi o mais veemente ao falar sobre o assunto. O meia Alex, um dos jogadores mais acostumados com o estádio colorado, pelo tempo de clube, afirma que o elenco precisa superar o sentimento ruim que a ausênica da casa causa.

- A vantagem acaba se tendo apenas por não jogar o último jogo na casa do adversário. A obra vem há tanto tempo. Alimentamos a expectativa de jogar no Beira-Rio, mas não podemos deixar a raiva tomar conta. É esquecer isso e jogar como se pode no Centenário. Está acabando. Daqui a pocuo estamos na nossa casa - disse um resignado Alex.

O Inter atuou durante grande parte de 2013 no Centenário. Com o Beira-Rio fechado para as obras da Copa do Mundo, Caxias do Sul foi a casa colorada. A final do último Gauchão, inclusive, aconteceu lá, contra o Juventude. No Brasileirão, Estádio do Vale e Centenário revezaram como locais onde o Inter mandava as partidas. Por isso, não será novidade desfilar pelas dependências do estádio do Caxias.

- Tem um lado bom da adatapção. Até Novo Hamburgo. Tivemos chanes de vencer, mas não conseguimos. São coincidências. O importante é cada um produzir bem e de repente conseguir uma vitória para concretizar o título - completou o meia colorado.

O Inter volta a treinar na manhã desta sexta-feira, provavelmente em um trabalho aberto - treina ainda na manhã de sábado. A viagem para a Serra deve acontecer no final do sábado. O Colorado deve ter Dida; Gilberto, Paulão, Juan e Fabrício; Willians, Aránguiz e Alex; D'Alessandro, Rafael Moura e Alan Patrick.