icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
22/02/2015
17:56

O Internacional foi até Rio Grande, na tarde deste domingo, e venceu o São Paulo-RS no estádio Aldo Dapuzzo pelo placar de 2 a 1, com boa atuação do meio-campista Alex. O jogador foi o destaque da partida, marcando os dois gols, sendo um deles um golaço. Nilmar perdeu um pênalti e Edmar descontou para o São Paulo-RS.

A partida foi válida pela sétima rodada do Campeonato Gaúcho e, com a vitória, o time colorado chegou aos 12 pontos, subindo para a liderança provisória, ainda aguardardando o término dos outros sete jogos da rodada. O Inter entra em campo na próxima quinta-feira pela Libertadores contra o Universidad de Chile no Beira Rio e, no próximo domingo, o receberá o rival Grêmio no primeiro Grenal do ano.

Alex faz dois e abre boa vantagem para o Inter  

A partida começou com o domínio do Internacional. O time colorado não deixava os donos da casa jogarem e pressionava no campo defensivo com Jorge Henrique e Nilmar, mas a criação das jogadas era dificultada pelo gramado irregular do Aldo Dapuzzo.

A partir dos 15 minutos o São Paulo acordou e começou a atacar, desperdiçando três boas chances de gol em sequência. Matão e Chumbinho incomodaram, mas o goleiro Alisson estava seguro no gol colorado. No entanto, a primeira grande chance de gol veio aos 19, com uma cabeçada à queima-roupa de Juan após escanteio cobrado por Alex, que terminou com uma belíssima defesa do goleiro Vilar.

O placar foi aberto aos 32 minutos com Alex. O camisa 12 recebeu excelente passe de Réver e ficou cara a cara com o goleiro Vilar. O jogador carregou a bola e teve calma para driblar o arqueiro e empurrar a bola para o fundo das redes. Com o gol, o Inter melhorou na partida e pareceu se acostumar com o gramado, acertando mais os passes e criando melhor as jogadas.

Aos 42 minutos, pênalti para o Inter. Jorge Henrique avançou pela direita, aplicou um drible da vaca no marcador e, ao tentar driblar Vilar, foi derrubado pelo dentro da áre. Alex foi para a cobrança e, com categoria, deslocou Vilar, colocando a bola no canto direito enquanto o arqueiro pulou para o esquerdo.

Nilmar desperdiça pênalti e Inter perde a chance de ampliar

Os dois times voltaram para a segunda etapa sem modificações e com o São Paulo mais ligado na partida. Logo aos 3 minutos, o Leão do Parque quase diminuiu o placar com um chute cruzado de Matão. Dois minutos depois, o camisa 9 teve outra oportunidade, mas não aproveitou. Aos poucos a partida foi perdendo o ritmo e começou a ficar bem cadenciada pelo Internacional.

Aos 14 minutos, outro pênalti para o Colorado. Em confusão na área do São Paulo, a bola sobrou para Alex chutar, a bola bateu na mão do defensor e o árbitro assinalou a penalidade. Nilmar, no entanto, pediu a bola e foi para a marca. O camisa 7 cobrou mal o pênalti, com Vilar caindo no canto esquerdo para fazer a defesa. Na sequência, Anderson tentou o chute e o camisa 1 abafou.

Após o pênalti, a partida ficou morna e pouca coisa aconteceu. O São Paulo, no entanto, tentou algumas investidas ao gol de Alisson. Até que finalmente conseguiu diminuir o placar com Edmar. O jogador, que havia acabado de entrar na partida, recebeu a bola dentro da área após boa jogada do volante Matheus, que irrompeu pela direita em velocidade e tocou para o atacante marcar.

O Leão do Parque ainda tentou o empate mas o Inter conseguiu segurar a pressão dos donos da casa e fechou a partida com a vitória. Que venha agora a Liberta e o Universidad de Chile!

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO-RS 1 X 2 INTERNACIONAL

Local: Aldo Dapuzzo, em Rio Grande
Data: 22/2/2015
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Francisco da Silva Neto (RS)
Assistentes: Alexandre Antonio Kleiniche (RS) e Max Augusto Guimarães Vioni (RS)
Cartão amarelo: Ricardo Vilar, Márcio Lima, William Massari, Fernando Pinto e Edmar (SP); Rafael Moura (INT)
Gols: Alex 32’/1ºT (0-1), Alex 44'/1ºT (0-2), Edmar 35'/2ºT (1-2)

São Paulo-RS: Vilar, Marcio Lima, Fernando Pinto, Teco e Massari; Balduíno, Luanderson, Thiago Corrêa e Vavá (Matheus Ferreira - 17'2ºT); Matão (Edmar - 30'2ºT) e Jefferson Chumbinho (Dudu Mandai - 17'2ºT). Técnico: Ben Hur Pereira

Internacional: Alisson; Cláudio Winck, Réver, Juan (Paulão - 13'/2°T) e Alan Ruschel; Nico Freitas (Rodrigo Dourado - 28'2ºT), Nilton, Alex, Anderson, Jorge Henrique; Nilmar (Rafael Moura - 28'2ºT).  Técnico: Diego Aguirre