icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/12/2013
08:00

O 2013 dos colorados já teve sofrimento o bastante. E pode ganhar mais um capítulo dramático para os torcedores: o meia D'Alessandro, destaque na temporada, capitão, principal líder do Internacional e ídolo na história recente, não garantiu sua permanência no clube para 2014.

O camisa 10, após o empate com o Corinthians, deixou aberta a possibilidade de respirar novos ares na temporada que vem. Apesar do contrato até o final de 2015, o argentino deu a entender que quer mudanças para seguir no time. Não quer mais sofrer como em 2012 e 2013.

- Tenho contrato, só que vou falar com meu empesário, ver o que a gente faz. Interiormente, não quero passar mais um ano assim. É muito sofrimento. Tem, mas vocês não sabem o que a gente sofre, a família sofre. Futebol é complicado. Outro ano assim não podemos passar - disse o gringo.

Outros clubes do futebol brasileiro teriam interesse em D'Ale. Além deles, há sempre o River Plate - os dois candidatos a presidência do Millionário afirmaram que conversam com o ídolo do clube. A postura não é novidade. A cada final de temporada, principalmente os argentinos manifestam interesse em contar novamento com 'Cabezón'. A diretoria colorada, em situações anteriores neste ano, já manifestou que o meia não sairá do clube.

- Não penso em sair. Só que temos que ser conscientes do que passou no ano. Falar com as pessoas que vão comandar o clube, com o empresário. Tenho contrato, a inteção é ficar, mas não podemos passar por isso de novo. Temos estádio novo, torcedor em massa assistindo aos jogos, não podemos dar brecha para ter campanha ruim e não brigar por títulos importantes - cobrou D'Ale.

Em 2013, D'Alessandro viveu ano individual importante. Completou 250 jogos com a camisa colorada no empate no Pacaembu. É o artilheiro do time, com 20 gols na temporada, líder de assistências, com 14, e principal expoente técnico. Além disso, ficou livre das lesões de 2012 e é o que mais atuou na temporada. Para completar, é personagem na publicidade da reinauguração do Estádio Beira-Rio, festividade marcada para abril de 2014.