icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/07/2014
14:54

A Alemanha é a primeira semifinalista da Copa do Mundo. O time do técnico Joachim Löw derrotou a França nesta sexta-feira por 1 a 0, gol de Hummels, no Maracanã, em uma partida muito equilibrada e agora está a apenas uma vitória da tão sonhada decisão da Copa do Mundo.

Terminar entre os primeiros colocados têm se tornado uma cena cada vez mais recorrente para a seleção germânica. Será a quarta semifinal seguida (perdeu o título para o Brasil em 2002, foi terceira colocada em 2006 e 2010). Será a 13ª vez que a Alemanha termina entre os quatro melhores de uma Copa, em 18 participações.

O resultado deixa os alemães à espera do vencedor do duelo entre Brasil e Colômbia, que será disputado às 17h desta sexta-feira, no Castelão, em Fortaleza. A semifinal vai acontecer no Mineirão, em Belo Horizonte, na próxima terça-feira.

EQUILÍBRIO E GOL ALEMÃO NA BOLA PARADA

Assim como nos outros jogos da Copa do Mundo, a Alemanha tomou a iniciativa da partida e tentou com Klose e Kroos. Mas a França também não se fez de rogada e buscou as jogadas ofensivas e teve algumas chances com Benzema. Não demorou muito e o primeiro gol saiu. Kroos cobrou falta "com a mão" e colocou a bola na cabeça de Hummels, que desviou com categoria e não deu chances para o goleiro Lloris: 1 a 0 para os alemães.

LEIA MAIS
> Fique por dentro de todas as notícias da Copa do Mundo
> Deschamps lamenta eliminação e diz que França poderia ir mais longe: 'É uma pena'
> Lahm comenta vitória sobre a França: 'Tivemos boa performance'

BLOGS
MAURO BETING: Alemanha 1 x 0 França. Tudo de Neuer, nada de novo

Dali em diante, os germânicos passaram a administrar mais a posse de bola e buscar as jogadas laterais, ponto forte do time. Precisando do gol, os franceses partiam ao ataque com mais objetividade. Bem postada na defesa, a Alemanha dificultava o trabalho francês, mas mesmo assim os azuis conseguiram chegar ao ataque, mas esbarraram na ótima atuação de Neuer.

PRESSÃO FRANCESA E CONTRA-ATAQUE ALEMÃO

Na segunda etapa, quem chamou a responsabilidade e tomou a iniciativa do jogo foi a França. Com Pogba mal no jogo, o jeito foi chegar pelos lados e nas bolas aéreas. Desse jeito, a zaga alemã saía vencedora na maioria dos lances. Mesmo esperando a França no campo defensivo, a Alemanha conseguia levar mais perigo ao gol de Lloris do que a França ao gol de Neuer, já que chegava com muita velocidade e espaço nos contra-ataques.


                          Jogadores da Alemanha comemoram no Maracanã (Foto: AFP)

Aos 36, Schürrle teve a bola do jogo nos pés. Schweinsteiger roubou a bola no meio e lançou Özil pela esquerda, o meia-atacante levantou a cabeça e rolou para trás. A bola passou por Müller e sobrou para Schürrle, livre, mas ele bateu em cima de Lloris. A partir daí, a França foi para o tudo ou nada. Mas a defesa alemã continuou sobrando defensivamente e segurou a classificação. No último lance, Benzema ainda obrigou Neuer a fazer uma defesa espetacular.

FICHA TÉCNICA
FRANÇA 0 X 1 ALEMANHA

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 4/7/2014 - 13h
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Auxiliares: Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti (ARG)
Público: 74.240 pessoas
Cartões amarelos: Khedira e Schweinsteiger (ALE)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Hummels (12'/1ºT);

FRANÇA: Lloris, Debuchy, Sakho (Koscielny - 26'/2ºT), Varane e Evra; Cabaye (Remy - 27'/2ºT), Pogba, Matuidi; Griezmann, Valbuena (Giroud - 39'/2ºT) e Benzema - Técnico: Didier Deschamps
 
ALEMANHA: Neuer, Lahm, Boateng, Hummels e Höwedes; Khedira, Schweinsteiger e Kroos (Kramer - 47'/2ºT); Özil (Götze - 38'/2ºT), Müller e Klose (Schürrle - 23'/2ºT) - Técnico: Joachim Löw