icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/11/2013
10:37

O ano é invejável. D'Alessandro é o artilheiro do Internacional na temporada, com 19 gols - algo inédito na carreira. É o líder de assistências dentro do elenco. Está próximo de completar 250 jogos com a camisa do clube gaúcho. Além disso, o camisa 10 é o recordista de partidas no ano, com 53 jogos, mais até que o goleiro Muriel. Em paralelo, o ano do clube não teve tantas conquistas como outras temporadas que D'Ale protagonizou.

Com a proximidade do fim da temporada, Cabezón tem tudo para terminar o ano como artilheiro de um clube pela primeira vez. São, até o momento, 19 gols e 14 assistências em 53 partidas no ano. Em 2012, alvejado por lesões musculares, o meia marcou apenas três vezes, deu sete assistências e esteve em campo 33 vezes. Em 2011, números mais próximos aos atuais: 15 gols e 13 assistências em 48 jogos. Nas duas temporadas anteriores, o Inter atuou 69 vezes.

- Individualmente nunca falo, mas fico feliz de ter jogado o ano todo. Ter ficado fora poucos jogos, e não por questões físicas. Como foi ano passado. Sinceramente, estou feliz, pelo individual, pelo que consegui esse ano - comentou D'Alessandor.

Em 2013, D'Alessandro acabou sendo um oásis em meio à decepção principalmente no segundo semestre. O ano fez com que o argentino acabasse cada vez mais ídolo e cada vez mais líder do elenco alvirrubro. O gringo comemora os números que o tornaram novamente útil ao elenco. Fará o jogo de numero 247 com a camisa do Inter nesta quinta. No ano, já atingiu a marca de 50 gols com a camisa colorada, algo inédito na carreira.

- Uma das coisas que eu queria, que era uma meta minha, é tentar melhorar meu ano anterior. Que não foi bom, tive muitas lesões. Mas não de fazer gol, só de ser produtivo para o grupo. De assumir a responsabilidade, curmpi esse ano. Posso ficar tranquilo de que individualmente pude ficar tranquilo em relação ao ano passado - completou.

O Inter volta a atuar nesta quinta-feira, contra o Atlético-MG, no Independência, a partir das 21h. O Colorado busca terminar o Brasileiro de forma digna, já que não tem objetivo maior traçado na competição.