icons.title signature.placeholder Alexandre Braz e Roberto Veloso
27/04/2014
11:29

Desde que chegou ao Botafogo, Zeballos ainda não viu a cor do dinheiro. Afinal, o único mês pago pela diretoria do clube em 2014 foi o de janeiro, quando ele ainda não estava em General Severiano. Mesmo assim, o atleta garante que mantém o foco nas partidas e não pensa nos problemas financeiros do clube quando entra em campo.

- Acho que, no momento, temos que jogar futebol. Claro que isso é muito importante (salários em dia), mas temos que mentalizar no nosso trabalho e esquecer disso - afirmou o jogador, que já viveu esse tipo de problema quando defendeu o Olimpia (PAR).

E talvez por isso, ele adote esse discurso de tranquilidade e confiança na cúpula do futebol, que prometeu aos jogadores resolver esse problema o quanto antes.

- A diretoria já falou que vai cumprir todos os compromissos conosco. Claro que todo trabalhador tem que cobrar seu salário, mas são coisas que acontecem aqui e em vários clubes do mundo - comentou Zeballos.

Adaptado ao Brasil, Zeballos já canta o amor pelo Botafogo