icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/06/2014
10:17

A intertemporada nos EUA terá detalhes de tensão para o Willian. O jogador tem contrato com o Cruzeiro até o mês de julho se apresenta normalmente nesta tarde de segunda-feira na Toca da Raposa e irá viajar com o time para a intertemporada nos Estados Unidos, mas ainda não sabe se ficará no clube. O Metalist, time ucraniano detentor de seus direitos econômicos, ainda não aceitou negociar o jogador em definitivo com o clube mineiro, o que gera o impasse sobre o futuro do meia-atacante.

Willian tem seus direitos econômicos avaliados em quatro milhões de euros, valor considerado alto pela diretoria celeste, visto que o jogador já tem 27 anos. Com a negativa diante de um pedido de reempréstimo, a diretoria celeste fez uma proposta oficial pelo atleta, pedindo apenas um parcelamento do valor desejado pelo Metalist. A equipe da Ucrânia, ciente da proposta desde maio, ainda não deu nenhuma resposta oficial sobre a negociação.

MAIS:
> Marcelo Oliveira descarta a chegada de novos reforços
> Cruzeiro apresenta Neílton, Marquinhos e Manoel nesta segunda

Recentemente, temendo que o acordo não fosse concretizado, Willian conversou com a diretoria e o técnico Marcelo Oliveira e acertou que ficaria de fora da partida contra o Flamengo, evitando fazer seu sétimo jogo pelo Cruzeiro, o que impossibilitaria uma possível transferência para qualquer outro clube da primeira divisão nacional.

Desde que chegou ao Cruzeiro, em julho de 2013, Willian realizou 56 jogos com a camisa celeste, marcando 13 gols. O jogador foi um dos destaques do time na caminhada do tricampeonato brasileiro, principalmente com a contusão de Dagoberto no meio do ano. Atualmente, Willian é reserva de Dagoberto no time de Marcelo Oliveira, mas segue como um dos talismãs do treinador no banco de reserva, sendo o jogador que mais deixa os suplentes para entrar no campo de jogo.