icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
19/03/2014
07:40

Matriculado em um curso de gestão esportiva na Trevisan Escola de Negócios, Léo começará suas aulas na próxima segunda-feira, dia 24 de março. Ainda fora do ambiente político do clube e focado em ficar à disposição de Oswaldo de Oliveira na reta final do Campeonato Paulista, o jogador não sabe se renovará o contrato que vence em 30 de abril, mas afirma que seguirá estudando mesmo sendo jogador do Santos.

– Não é opção não, é uma coisa que eu tenho que fazer. O atleta precisa arrumar tempo e, mesmo se eu renovar o contrato, seguirei com as aulas. Quando não puder ter aula presencial, eles mandam vídeos e eu estudo em casa. É uma coisa projetada de muito tempo – afirmou o experiente jogador, de 38 anos de idade.

De olho no futuro, Léo nunca escondeu o desejo de ser presidente do Santos, mas antes quer passar por cargos de direção. Pelo que disse ao LANCE!Net, o objetivo é assumir um posto já em 2015, após a aposentadoria dos gramados – renovando ou não o vínculo com o Alvinegro. O curso de gestão do esporte tem duração de seis meses e, segundo o jogador, não deve atrapalhar jogos, treinos e viagens pelo Peixe.

Léo é muito próximo de Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, presidente licenciado do Santos, mas já teve atritos com Odílio Rodrigues, que é o presidente em exercíco do clube alvinegro. O jogador mais vencedor após a Era Pelé também é próximo da antiga diretoria, chefiada por Marcelo Teixeira, e que pretende lançar candidato nas próximas eleições, que serão realizadas em dezembro deste ano.