icons.title signature.placeholder Marcio Porto
24/04/2014
15:03

Carlos Miguel Aidar, presidente do São Paulo, confirmou que Juvenal Juvêncio, seu antecessor, será diretor de base durante sua gestão. Aidar explicou o porquê da escolha e o que espera de Cotia a partir de agora.

- Ele construiu tudo aquilo lá. De cabo a rabo, colocou cada bloco, tudo. Ele merece e vai cuidar daquilo (Cotia) melhor do que ninguém. Estou muito feliz com isso - afirmou, em entrevista ao LANCE!Net, em Maceió, onde o São Paulo foi derrotado por 2 a 1 para o CRB-AL, nesta quarta-feira.

Famoso por ter presidido o São Paulo na época dos Menudos do Morumbi, na década de 1980, Aidar já disse que pretende reviver aqueles momentos e espera aproveitar mais garotos da base. Por isso, espera muito de Juvenal.

- O principal objetivo dele é fazer nosso time vir de lá. A maioria, se não todo. É isso que queremos e é isso que ele vai buscar - afirmou.

De fato, foi Juvenal quem montou a estrutura do CT de Cotia, praticamente uma uninamidade no futebol brasileiro. Com o apoio da Lei de Incentivo Fiscal, o ex-presidente construiu uma enorme área, com hotel, local de tratamento com aparelhos de última geração, diversos campos, etc.

No entanto, ao mesmo tempo o São Paulo não conseguiu aproveitar tantos garotos na base e teve Lucas, atualmente no PSG (FRA), como uma espécie de curva fora da linha. O jogador foi vendido por cerca de R$ 108 milhões. Atualmente, apenas Rodrigo Caio, formado em Cotia, é titular da equipe de Muricy Ramalho.