icons.title signature.placeholder Bruno Uliana
14/11/2014
17:50

Em 2013, Rogério Ceni havia dito que tinha a intenção de encerrar a carreira no fim do ano. Após a chegada do técnico Muricy Ramalho, a equipe do São Paulo começou a crescer e terminou o Campeonato Brasileiro com boas projeções para 2014. O goleiro, então, resolveu renovar e atuar por mais um ano. Agora, no fim desta temporada, alguns dos personagens mais importantes do atual Tricolor já começam a vislumbrar este filme sendo repetido.

Após Kaká se declarar favorável à permanência por mais um ano e Muricy dizer em coletiva que o ânimo do goleiro em conquistar algum título o faz acreditar que mude de ideia, foi a vez do presidente Caros Miguel Aidar engrossar o coro.

- Todo mundo tem de parar um dia na vida, ainda mais nesta profissão tão desgastante. E o Rogério já é longevo. Um dia ele vai ter de parar, não sei se será agora ou depois. Ele quase parou no ano passado, mas o time cresceu e ele continuou. Quem sabe o filme não se repete? - disse o mandatário, mas deixando claro que coloca a decisão nas mãos do próprio goleiro.

- Se ele vai continuar ou não, nós vamos conversar. Mas isso depende muito dele agora. Essa iniciativa de querer continuar ou não. Não podemos ficar pedindo nada. Eu como são-paulino, quero que ele fique. Todos querem. Ele é muito querido. Mas isso só vai depender dele - completou.

Apesar dos apelos, em todas as vezes que foi entrevistado, Rogério Ceni reafirmou o desejo de parar no fim desta temporada.