icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
22/04/2014
10:04

A postura da diretoria do Palmeiras para negociar não desagrada só o estafe de Alan Kardec. O empresário do zagueiro Anderson Salles e do zagueiro Rafael Silva cansou de esperar pelo clube. Ivan Rocha aguardava um contato da diretoria alviverde nesta Páscoa, mas diz que não foi procurado e que nem iniciou negociação.

- Não dá para ficar esperando o Palmeiras, com todo o respeito. Estamos conversando com outros clubes da mesma grandeza. Não posso falar quais, mas estou encaminhando a situação dos jogadores para o Campeonato Brasileiro. Até quarta ou quinta-feira quero ter tudo resolvido - disse ele, que também procura novas equipes para o volante Paulinho e o meia Esquerdinha, ambos do Galo de Itu.

Não é a primeira queixa deste tipo. As recentes renovações de Gilson Kleina e Leandro também foram marcadas por demora para um contato inicial. Com Wesley, a reclamação é de que o clube prometeu formalizar uma proposta de renovação e não a apresentou. Outros agentes que ofereceram atletas ou ajuda financeira para contratações precisaram pressionar os dirigentes por uma resposta, positiva ou não.

Anderson Salles e Rafael Silva, cujos contratos se encerraram, estavam em uma lista de destaques elaborada pela comissão técnica durante o Estadual. Alguns foram apenas observados e nem houve contato, mas outros foram aprovados pela diretoria. Ao saber da admiração do treinador, Ivan Rocha ofereceu a dupla ao Verdão e diz ter ouvido do gerente de futebol Omar Feitosa que havia interesse. Os jogadores já manifestaram o desejo de jogar no clube, mas seguem sem um destino.