icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
03/07/2013
21:27

O Internacional nega. Mas recebeu uma sondagem do futebol europeu nos últimos dias, por intermédio do empresário Jorge Machado, e analisa a venda de Leandro Damião. Os valores apresentados, inicialmente, não agradaram ao presidente Giovanni Luigi, que não quer vender o jogador. Mas o mandatário ficou de estudar o que foi proposta e dar um retorno a Machado.

O agente não confirmou a equipe que pretende contar com Damião. O último clube a ser citado na imprensa europeia como possível destino do camisa 9 foi o Southampton (ING). No entanto, Machado afirma que o clube não é da Inglaterra.

- Levei ao presidente uma sondagem do futebol europeu, que não é da Inglaterra, e ele ficou de me dar uma resposta. O presidente não quer vendê-lo, e disse que ia estudar e me procurar. Passei na palavra, porque temos uma relação boa com o Inter, na confiança. Fiz o meu trabalho. Agora, espero algo do Inter. Não é uma conversa, porque apenas apresentei o que me colocaram - comentou o empresário ao L!Net.

Em contato por mensagens com o L!Net, o presidente Giovanni Luigi nega que tenha recebido qualquer tipo de contato envolvendo Leandro Damião. Afirmou que não há negociação e nem sondagem pelo camisa 9 colorado. O clube gaúcho detém 70% dos direitos do centroavante, enquanto o Atlético Ibirama tem o restante. O presidente dos catarinenses visitou o mandatário colorado. Ambos, porém, negam qualquer tipo de conversa sobre uma possível negociação. O diretor de futebol Luís Cesar Souto de Moura também negou qualquer tratativa e colocou o valor para a venda do jogador:

- Uma proposta pelo Leandro Damião, para ser analisada pelo Inter, teria que ser em torno dos 25 milhões de euros - disse na Rádio Guaíba.

O Internacional nega. Mas recebeu uma sondagem do futebol europeu nos últimos dias, por intermédio do empresário Jorge Machado, e analisa a venda de Leandro Damião. Os valores apresentados, inicialmente, não agradaram ao presidente Giovanni Luigi, que não quer vender o jogador. Mas o mandatário ficou de estudar o que foi proposta e dar um retorno a Machado.

O agente não confirmou a equipe que pretende contar com Damião. O último clube a ser citado na imprensa europeia como possível destino do camisa 9 foi o Southampton (ING). No entanto, Machado afirma que o clube não é da Inglaterra.

- Levei ao presidente uma sondagem do futebol europeu, que não é da Inglaterra, e ele ficou de me dar uma resposta. O presidente não quer vendê-lo, e disse que ia estudar e me procurar. Passei na palavra, porque temos uma relação boa com o Inter, na confiança. Fiz o meu trabalho. Agora, espero algo do Inter. Não é uma conversa, porque apenas apresentei o que me colocaram - comentou o empresário ao L!Net.

Em contato por mensagens com o L!Net, o presidente Giovanni Luigi nega que tenha recebido qualquer tipo de contato envolvendo Leandro Damião. Afirmou que não há negociação e nem sondagem pelo camisa 9 colorado. O clube gaúcho detém 70% dos direitos do centroavante, enquanto o Atlético Ibirama tem o restante. O presidente dos catarinenses visitou o mandatário colorado. Ambos, porém, negam qualquer tipo de conversa sobre uma possível negociação. O diretor de futebol Luís Cesar Souto de Moura também negou qualquer tratativa e colocou o valor para a venda do jogador:

- Uma proposta pelo Leandro Damião, para ser analisada pelo Inter, teria que ser em torno dos 25 milhões de euros - disse na Rádio Guaíba.