icons.title signature.placeholder Matheus Babo
28/04/2014
06:04

Até 30 de junho. Esta é a data limite que o Fluminense terá para negociar como prioridade a renovação com o zagueiro Gum. A partir desta data, o jogador poderá assinar um pré-contrato com qualquer outro clube. O vice de futebol do clube, Ricardo Tenório e o representante do zagueiro, Jorge Moraes, já se reuniram duas vezes e vão se encontrar novamente nos próximos dias para tentar um acordo.

– Já tive dois encontros com o Ricardo Tenório, vamos ter uma nova reunião nos próximos dias para tentar solucionar essa situação. Queremos algo que seja bom para as duas partes.  Os dois tem interesse na renovação e o prazo de prioridade é até o dia 30 de junho, mas adiantar a conversa seria melhor – explicou o empresário do zagueiro, Jorge Moraes.

E se não houver um acordo com o Fluminense, o jogador já tem outros clubes interessados. Segundo o empresário do atleta, quatro equipes do Brasil já demonstraram interesse em contar com os serviços de Gum.

- O Gum tem uma história no clube, já conquistou coisas importantes pelo Fluminense. É um jogador querido pela torcida, pela diretoria e vamos tentar um acordo. Ele já recebeu quatro sondagens de clubes brasileiros, nenhuma do exterior, mas nós vamos respeitar o Fluminense. Até o dia 30, a prioridade é do clube. Caso não haja acordo, vamos abrir negociações com esses clubes - explicou.

DIRETORIA BLINDA ATLETAS COM CONTRATO PRÓXIMO DO FIM

Além de Gum, alguns outros jogadores terão o contrato com o Fluminense vencendo no final da temporada. Só no time titular, Diego Cavalieri, Carlinhos e Diguinho também precisam discutir a renovação de contrato. Com toda essa pressão por parte dos jogadores e empresário, além das negociações, esses jogadores foram blindados do contato com a imprensa. Por ora, eles não concederão entrevistas coletivas.

No banco, os jogadores que estão com contrato se encerrando em dezembro são os goleiros Felipe Garcia e Kléver, Chiquinho (empréstimo da Ponte Preta), o colombiano Valencia, além de nomes mais antigos no clube como Leandro Euzébio e Fábio Braga.