icons.title signature.placeholder Jonas Moura
22/03/2014
22:29

Ágatha e Bárbara Seixas foram coroadas pela regularidade na temporada do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia. Neste sábado, elas conquistaram o bicampeonato ao avançarem à final da etapa de Maceió com vitória sobre Talita/Taiana por 2 a 0 ( 21-15 e 21-19), na Praia de Pajuçara.

Neste domingo, a dupla irá encarar Juliana/Maria Elisa a partir das 9h (de Brasília). Mesmo que a santista e a carioca levem a melhor, elas ficarão 40 pontos atrás da carioca e da paranaense no ranking nacional. A disputa de terceiro lugar será entre Talita/Taiana e Vivian/Josi.

Ágatha/Bárbara garantiu presença em quase todos os pódios desta edição. A dupla só não terminou entre as três primeiras em Recife, na abertura do torneio. Depois disso, venceu as etapas de São Luis (MA), Guarujá (SP) e João Pessoa (PB).

A vitória também comprovou a supremacia de Ágatha/Bárbara diante de Talita/Taiana. Nas seis vezes em que se enfrentaram até hoje, a primeira parceria triunfou em todas. Para as demais concorrentes, também ficou claro que há atualmente uma dupla de peso a ser batida.

- Não acho que seja uma fase o que estamos vivendo. É o resultado de um trabalho. Nada vem de graça. No início da temporada não estávamos tão bem fisicamente, mas batalhamos muito para chegarmos a mais esse título - afirmou Bárbara Seixas.

Ágatha e Bárbara comemoram título com a comissão técnica (Foto: Paulo Frank/CBV)


Tudo acontece em um momento especial. Nesta semana, as bicampeãs foram convocadas para disputar as duas primeiras etapas do Circuito Mundial: o Open de Fuzhou, de 22 a 27 de abril, e o Grand Slam de Xangai, de 29 de abril a 4 de maio, ambos na China. No mesmo mês, as duas completarão três anos de união.

- Ano passado elas ganharam o Circuito juntas, mas tiveram que jogar o Mundial separadas. Mesmo assim não desanimaram e mostraram mais uma vez que merecem ser campeãs - comemorou o técnico Ricardo de Freitas, filho de Bebeto de Freitas e casado com Bárbara Seixas.

Juliana/Maria Elisa sofre para vencer

A passagem de Juliana/Maria Elisa à final só veio depois de muito suor. Elas triunfaram de virada por 2 sets a 1 (15-21, 21-10 e 15-12).  Vivian/Josi mostraram mais uma vez que estão na briga entre as melhores e fizeram um início de primeiro set arrasador. Os bons saques da dupla desestabilizaram Maria Clara. E as defesas de Josi obrigaram Juliana a ter paciência para definir os pontos.

A partir do segundo set, Maria Elisa se encontrou em quadra. Os ataques começaram a encaixar, e o cenário se inverteu até a vitória no tie-break.

- O outro time sacou muito bem no primeiro set. Faltou um pouco de tranquilidade para eu enxergar o jogo. Mas graças a Deus coloquei minha cabeça no lugar, indentifiquei o meu problema e resolvi rápido. A Juliana foi esplêndida, errou muito pouco - disse Maria Elisa.

* O repórter viaja a convite da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV)