icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2014
21:07

Após ter a inauguração do Allianz Parque adiada para o dia 19, pelo veto da CBF, o Palmeiras enfrenta o Atlético-MG, neste sábado, às 19h30, no Pacaembu. Sem poder contar com o meia Wesley, suspenso pelo terceiro cartão amarelo o técnico Dorival Junior faz mistério. Os argentinos Mouche e Allione brigam com Mazinho por duas vagas na equipe titular. O Palmeiras é o 13º colocação, com 39 pontos. Os mineiros, de olho na Copa do Brasil, estão na quinta posição, tendo somado 54 pontos.

O comandante alviverde tem outras boas notícias para comemorar. Artilheiro do Brasileirão, tendo anotado 15 gols na competição, o centroavante Henrique está de volta à equipe após cumprir suspensão automática. Com o objetivo de distanciar ainda mais da zona do rebaixamento, o Verdão quer sair do "adeus" ao Pacaembu com os três pontos.

Dorival reconheceu que o confronto contra o Galo será difícil, apesar da equipe mineira ter vários desfalques. O treinador palmeirense quer todos os jogadores "ligados" na partida e declarou que a equipe precisa melhorar ainda mais.

- Não podemos pensar dessa maneira. Foi o que coloquei aos jogadores. Nossa proximidade do grupo de rebaixamento é grande. Não tem motivo para tranquilidade. A exigência do campeonato é grande. Se os times fizerem pontos, vai encurtar a distância. Não podemos achar que melhorou, porque céu e inferno é um palmo de distância. O último jogo do Atlético mostrou isso. Classificando contra o Flamengo. Muito ligados. Não tem o direito de relaxar o Palmeiras. Toda atenção é pouca. Pode nos aproximar do primeiro objetivo.

O técnico Levir Culpi deverá escalar um time para lá de misto na partida ante o time paulista. De olho na primeira final da Copa do Brasil, marcada para a próxima quarta-feira, o treinador deverá abrir mão de seus principais jogadores Diego Tardelli e Josué sequer viajaram a São Paulo por conta de suspensão. Atletas como Douglas Santos, Dátolo, Luan e Carlos estão com o grupo, mas a tendência é de que sejam utilizados o menor tempo possível.

- Só não vou colocar o termo time reserva, mas são os jogadores que não estão jogando na intensidade dos outros. Tem o alerta da parte muscular, três ou quatro estão no limite, e a obrigação nossa é dar esse equilíbrio porque temos um jogo decisivo na quarta. Considero o Palmeiras decisivo também, mas temos que confiar no elenco com algumas mudanças – completou o treinador atleticano.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X ATLÉTICO

Data e hora: 08/11/2014, 19h30
Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Árbitro: Emerson Luiz Sobral (PE)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Clovis Amaral da Silva (PE)

Palmeiras: Fernando Prass; João Pedro, Nathan, Tobio e Victor Luis; Renato, Marcelo Oliveira, Valdivia e Mazinho (Allione); Mouche e Henrique. Técnico: Dorival Júnior