icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
10/03/2014
14:05

O Palmeiras pode encontrar problemas para chegar a Vilhena (RO), palco de seu primeiro jogo na Copa do Brasil, marcado para as 19h30 de quarta-feira (horário de Brasília). O aeroporto da cidade está fechado para pousos a pedido da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

A delegação alviverde tem chegada prevista a Vilhena apenas na noite de terça-feira, mas um segurança do clube foi enviado ao local já nesta segunda. Ele recebeu da Azul, única empresa responsável pelos voos de Cuiabá a Vilhena (não é possível ir direto de São Paulo), a informação de que não há previsão de um novo voo. A diretoria já está avisada.

- Pode ser que até sexta-feira esteja tudo normalizado - disse um funcionário.

A empresa diz que há um problema na documentação do aeroporto de Vilhena. Saem dois voos por dia de Cuiabá à cidade, e a reportagem do LANCE!Net tenta embarcar desde às 20h de domingo para o palco da partida, válida pela primeira fase da Copa do Brasil. O voo noturno foi cancelado sob a justificativa de problemas na aeronave.

No início da tarde desta segunda, surgiu a informação do aeroporto interditado. Havia um voo previsto para as 20h45, mas este foi cancelado à tarde. Embora Manuel Alberto Martins Figueiredo, diretor do aeroporto de Vilhena, diga que já tem a documentação para receber voos e o problema se deu por um atraso de trâmites legais, a companhia aérea alega não ter esta informação, e por isto não passou a data de um novo voo.

Uma viagem de ônibus até Vilhena, saindo de Cuiabá, demora cerca de dez horas. O Palmeiras teria de mudar toda a sua programação. Há a possibilidade de viajar de avião até Ji-Paraná ou Cacoal, de onde é possível partir de ônibus até Vilhena. O clube não vê a alternativa com bons olhos devido ao estado das estradas e ao desgaste que isso causaria.

*Atualizada às 16h16.

Apesar de problemas, França só quer vitória na Copa do Brasil