icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
14/03/2014
08:08

A AEG, empresa responsável pela organização de eventos no Allianz Parque, planeja iniciar a programação para estrear o estádio apenas perto do centenário do Palmeiras, que celebra a data no dia 26 de agosto.

A intenção da gestora é realizar uma semana de eventos dos mais variados temas, a fim de apresentar a característica multiuso do estádio. O primeiro deles, porém, seria um amistoso contra um clube europeu, próximo do aniversário alviverde.

As conversas iniciais foram para que o Palmeiras enfrentasse uma seleção antes da Copa do Mundo de 2014, mas o negócio não evoluiu. Fazer algo durante o Mundial não agradou à AEG, para não correr risco de perder visibilidade do evento. A busca pelo rival continua.

– Há uma relação forte do Palmeiras com clubes da Itália, mas falamos com os principais times do mundo e federações. Tem pessoas nos ligando querendo jogar no Allianz Parque – disse Raj Saha, diretor de operações da AEG, ao LANCE!Net.

– A grande coisa de termos o estádio, quando ele estiver aberto e pronto, será o fato de termos um conteúdo diversificado. Então podemos ter um torneio de uma semana, com dois times europeus, outro sul-americano e o Palmeiras, ou um festival de música de três dias, podemos tentar criar novos tipos de eventos aqui, como NFL, NBA... temos estrutura para isto – acrescentou.

A previsão da AEG vai ao encontro da programação estipulada pela WTorre, construtora do estádio. Embora o presidente alviverde, Paulo Nobre, tenha dito ao L!Net que há chance de o clube usar a Arena só em 2015, a empresa, que vive relação conturbada com o Alviverde, prevê a conclusão da obra para fim de junho. Em litígio, as partes discutirão suas divergências contratuais na arbitragem.

Até agora, seis datas já foram reservadas no segundo semestre para shows e eventos. Entre o fim da Copa (em julho) e julho de 2015, a AEG planeja fazer dez shows: três deles de grande porte, na Arena, e outros sete no anfiteatro do estádio palmeirense, para até 12 mil pessoas.