icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/11/2013
20:41

O técnico do Benfica, Jorge Jesus, esteve nesta segunda-feira no Departamenteo de Investigação e Ação Penal (DIAP), em Lisboa, para responder sobre os incidentes após a partida do Encarnado contra o Vitória de Guimarães, no dia 22 de setembro. Ele é acusado de ter agredido um agente da polícia, e corre o risco de pegar até cinco anos de prisão. O advogado do treinador saiu otimista.

- O depoimento correu bem, estamos satisfeitos. Desejamos agora que a justiça faça o seu caminho, decidindo pela acusação ou pelo arquivamento. É um processo único, do domínio público, sem jurisprudência, sobre o qual já se pronunciaram vários conceituados juristas - disse Carlos do Paulo, depois das duas horas de depoimento de Jesus.

Na época do incidente, Jorge Jesus disse apenas que estava tentando defender torcedores do Benfica, que estavam próximos de jogadores do time tentando levar alguma camisa. Antes ainda do depoimento, o treinador mostrou bom humor.

- Nervoso? Só quando jogar contra o Braga (próxima partida do Benfica). Isto não me deixa nada nervoso - garantiu Jesus.