icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/11/2013
09:02

O palco do primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil está definido. O confronto do próximo dia 20, contra o Atlético-PR, será na Vila Capanema, estádio do Paraná, que tem capacidade para 17 mil espectadores.

E o adversário na disputa pela taça é justamente o time que marcou a temporada rubro-negra. Após uma virada e a vitória do Furacão por 4 a 2, no Maracanã, o técnico Mano Menezes entregou o cargo. Decisão que pegou a todos no elenco e a diretoria de surpresa e fez com que todo o planejamento da cúpula quase fosse por água abaixo.

Na coletiva de despedida, que durou aproximadamente 20 minutos, Mano disse que deixava o Rubro-Negro por entender que não conseguiu passar a filosofia de trabalho ao time. Algumas peças do elenco tentaram fazê-lo desistir da ideia. Totalmente em vão.

E MAIS
- Elias supera dramas na campanha e se torna exemplo dentro do Flamengo

L!TV
- Veja o Hit das arquibancadas 'Vai Paulinho'

Jayme de Almeida, auxiliar-técnico à época, lembra bem daquela noite de 20 de setembro, no Maracanã, quando o Flamengo começou de forma avassaladora e terminou com um vexame para seus torcedores.

– Aconteceu aqui no Maracanã. Foi um dia infeliz para o Flamengo, foram 30 minutos maravilhosos e depois perdemos de 4 a 2. Teve a saída do Mano... Foi muito difícil. E agora vamos voltar a enfrentá-los. É um time muito perigoso, difícil, vamos respeitá-lo bastante. Sabemos da força do Atlético e vamos tentar neutralizar isso para conseguirmos ser campeões. Acho que estamos caminhando para chegar em uma disputa muito acirrada – disse.

Talvez, após aquele resultado, nem mesmo o mais otimista dos torcedores esperasse que cerca de um mês e meio depois o time estaria lutando por um título como o da Copa do Brasil. E contra o mesmo Atlético-PR, na Vila Capanema, o primeiro passo para o tri pode ser dado.