icons.title signature.placeholder Gabriel Rodrigues
25/11/2013
14:11

Adilson Batista chegou ao Vasco, há quase um mês, com a missão de livrar o time do rebaixamento no Brasileiro. E, agora, cinco jogos depois da sua apresentação no clube, o técnico já tem um aproveitamento melhor do que os outros três treinadores que passaram pelo Cruz-Maltino nesta temporada tiveram.

Nos cinco jogos em que comandou o Vasco, Adilson Batista conseguiu duas vitórias, dois empates e uma derrota, para o Grêmio, em Porto Alegre. Com isso, tem aproveitamento de 53,3%. Se o Gigante da Colina tivesse este aproveitamento durante todo o campeonato, estaria, atualmente, na sexta colocação.

Seu antecessor, Dorival Júnior, foi técnico do Vasco durante 29 partidas, com nove vitórias, oito empates e 12 derrotas, com aproveitamento 39,08%. Já Paulo Autuori, que comandou o time em 11 partidas oficiais, teve 11 vitórias, dois empates e cinco derrotas, o que lhe rendeu um aproveitamento de 42,2%.

Gaúcho, que começou o ano como técnico do clube, comandou a equipe durante 12 partidas do Carioca, e até teve bom aproveitamento, mas foi demitido após três derrotas seguidas, duas delas para times de menor expressão. O treinador teve aproveitamento de 52,7%, com seis vitórias, um empate e cinco derrotas.

Para chegar ao seu objetivo, o Vasco de Adilson Batista ainda precisa de duas vitórias nas últimas duas rodadas do Brasileiro. E o primeiro dos decisivos duelos é contra o já rebaixado Náutico, no próximo domingo, às 17h, no Maracanã.