icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/04/2014
20:59

Depois da primeira partida do Vasco na Série B, o técnico Adilson Batista não mediu palavras para criticar a estrutura do futebol brasileiro e do país de um modo geral. Para o treinador, o time fez um bom primeiro tempo e, no segundo tempo, caiu de produção. E toda uma conjuntura que provoca lesões nos atletas, e, consequentemente, desfalca as equipes, foi alvo do comandante.

- No primeiro tempo eu não vi um futebol tão abaixo assim. Enfrentamos um adversário fechado e que dificultou a nossa vida. Aí entra a questão da qualidade e do entrosamento, sim. Mas em função desse desgaste da semifinal do Carioca, da Copa do Brasil e da final do Estadual. Eu sempre falei que é só no Brasil que tem campeonato estadual. São coisas erradas que a gente ainda está engatinhando. Tivemos sim, falta de velocidade, de compactação. Não é o ideal, mas temos que lembrar das lesões, do desgaste. O jogo do Resende precisava ser em Manaus? Eu tento fazer minha parte... Tem gente que acha que o Brasil está bom. Eu sou anti PT - esbravejou.

Adilson tem, agora, uma semana para trabalhar e descansar os jogadores antes do jogo contra o Luverdense, no próximo sábado, na Arena Pantanal. Ele afirmou ainda durante a coletiva que os atletas terão folga neste domingo e na segunda-feira para se recuperarem das desgastantes semanas de trabalho.

Adílson lamenta lesões e afirma que apostará na base