icons.title signature.placeholder Renato Rodrigues e Rodrigo Vessoni
27/04/2014
09:04

Mais de 30 mil corintianos estarão na tarde deste domingo no Pacaembu. Acompanhar e torcer pela equipe contra o Flamengo, a partir das 16h, em confronto válido pela segunda rodada do Brasileirão-14, será apenas o segundo motivo para todos estarem ali, o pano de fundo.

O que fará com a maioria da torcida vá ao Paulo Machado de Carvalho é o desejo de agradecer e de dar adeus após anos e anos de convivência, com tantos momentos inesquecíveis. Bons e ruins. Sair de casa e ir ao estádio municipal sempre foi rotina para os corintianos, de todas as idades, nos últimos 74 anos – inauguração ocorreu no dia 27 de abril de 1940.

O confronto com a equipe carioca marcará a despedida do Corinthians do Pacaembu, palco de 1.686 jogos, 965 vitórias, 395 empates e 326 derrotas, além de 3.305 gols marcados e 1.922 gols sofridos. Foi ali também que oito troféus foram levantados, entre eles, um dos principais da história, a Copa Libertadores de 2012, conquistada de forma invicta por Tite, Sheik & Cia.

Uma nova era se inicia, a era de uma arena moderna e muito longe dali, no bairro de Itaquera. A partir de hoje, voltar ao estádio municipal não será opção, será necessidade.

– Será um jogo especial para todos nós, é um local onde boa parte da história do clube foi construída. Queremos fazer um grande jogo para deixar essa última imagem positiva – afirmou Mano Menezes.

O clube preparou ações de marketing para a despedida. Além do uniforme estilizado (ao lado), apresentação do volante Elias, música “Saudosa Maloca” de Adoniram Barbosa no serviço de som e bandeirões especiais. Tudo isso, claro, diante a emoção da Fiel. Adeus, Pacaembu! Arena, seja bem-vinda!

RETROSPECTO:

1.686 jogos
965 vitórias
395 empates
326 derrotas
3.305 gols marcados
1.922 gols sofridos