icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/12/2013
17:29

Cuca levantou a Copa Libertadores pelo Atlético-MG após chegar em um time com crise e conseguiu ser bicampeão mineiro. Além disso, ficou em segundo lugar no Campeonato Brasileiro de 2012. Uma passagem brilhante, que se encerrou, no entanto, de uma maneira ruim. O terceiro lugar no Mundial de Clubes não foi o ideal e, diante do Guangzhou, o treinador recebeu as primeiras vaias no estádio.

- Ei, Cuca, vai tomar no... - dizia parte dos torcedores do Galo no Estádio de Marrakesh, quando o time perdia por 2 a 1 para os chineses.

O treinador comentou sobre as vaias, lembrando que, nas sua carreira, viveu os melhores e o pior momento sentado no banco de reservas do Galo.

- Havia dois anos e meio que eu não era vaiado pela torcida do Atlético e aconteceu hoje, muito por causa da nossa não classificação para a final do Mundial de Clubes. No Atlético-MG tive as duas maiores experiências da minha vida. A maior alegria profissional e a maior tristeza também - afirmou o treinador, que irá para a China em 2014 - disse o técnico para a Sportv.

CUCA JÁ EXAMINOU SEU PRIMEIRO RIVAL NA CHINA

O treinador acertou sua ida para o Shandong Luneng, da China, e já se deparou de frente com um dos adversários que terá no Campeonato Chines. Ao ver o Guangzhou Evergrande atuar nas mãos de Marcelo Lippi, percebeu a boa variação tática da equipe de Conca, Muriqui e Elkeson:

- Já deu para ter uma ideia boa do que me espera lá na China. Com certeza, vou ter muito trabalho. Mas vou fazer um trabalho bom.