icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/11/2013
17:16

O arquiteto responsável pela Arena Corinthians, Aníbal Coutinho, fez a vistoria do estádio após o acidente da manhã desta quarta-feira, quando ao menos dois operários morreram pelo desabamento de um guindaste, que colocava a última peça metálica da cobertura no prédio sul. De acordo com ele, as consequências poderiam ser piores se o acidente ocorresse em qualquer outro local do estádio.

- Fizemos uma verificação em todos os lados do problema, e o que já sabemos é que o lugar aonde aconteceu a queda foi o "menos pior" (sic). Se tivesse um lugar para falar que era para cair, este lugar seria este - disse ele, nesta quarta.

Em entrevista coletiva, o engenheiro responsável pela obra, Frederico Barbosa, avisou que a estrutura do estádio após o acidente não foi comprometida. Aníbal confirmou a versão.

- A estrutura da arquibancada não foi abalada em nenhuma e outras partes da obra poderão continuar normalmente - completou.

Ainda de acordo com Aníbal, após a queda deste guindaste - que ocorreu, de acordo com o Corpo de Bombeiros, pois o chão cedeu -, a construtora irá usar um aparato menor para colocar a peça no local. A ferramenta antiga era considerada a maior do Brasil. A nova peça será instalada em partes, não inteira como estava sendo feito nesta manhã, até o desabamento ocorrer. De acordo com uma análise prévia, espera-se que o problema seja arrumado em dois meses.

Exclusivo! Imagens da Arena Corinthians logo após o desabamento