icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
31/07/2014
07:05

O Corinthians acertou nesta quarta-feira a renovação de contrato do zagueiro Gil até o fim de 2018. O vínculo, que acabaria no fim de 2015, foi estendido por três anos.

A diretoria, o jogador e seus representantes já haviam discutido o novo contrato antes mesmo da Copa do Mundo. O camisa 4, titular absoluto da equipe desde o início de 2013, gostaria de receber uma valorização porque achava que seu salário estava defasado. O Timão desde sempre disse que concordava.

Na quarta-feira passada, ele completou cem partidas com a camisa alvinegra na vitória por 3 a 0 sobre o Bahia, na Arena Corinthians, pela Copa do Brasil. Domingo, na 101ª partida, mais uma vez teve boa atuação na vitória por 2 a 0 sobre o arquirrival Palmeiras, também em Itaquera, desta vez pelo Brasileirão. Sua marca é de incríveis 52 partidas sem a equipe ter sido vazada.


Gil é um dos mais regulares jogadores da equipe desde que entrou, na época com Tite no comando, porque Chicão se recuperava de cirurgia. Desde então, ele formou dupla com Paulo André, Felipe e, agora, Cleber. Ele somou atuações acima da média e impressionou pela capacidade física, uma vez que ficou fora de apenas seis partidas desde que estreou – ele nunca chegou a ser machucar no período.

Desde o ano passado, seu nome é lembrado para possíveis convocações para a Seleção Brasileira. Agora, com a entrada de Dunga no lugar de Felipão, ele mantém esperanças para este novo ciclo.

Anderson Martins chegou valorizado
Contratado por empréstimo do Al Jaish (QAT), até o meio do próximo ano, o zagueiro Anderson Martins chegou com um dos maiores salários do elenco. Ele foi integrado ao grupo durante a Copa do Mundo e atualmente é reserva da dupla Gil e Cleber. Como seu empresário, Carlos Leite, é o mesmo de Gil, as conversas priorizaram um aumento para o titular. Martins, que recebia na casa dos R$ 600 mil mensais no Qatar, aceitou redução salarial em mais de 50% para fechar com o clube paulista.

RENOVADOS EM 2014

Danilo
Experiente meia, reserva com Mano, estava para sair. No entanto, diretoria renovou seu contrato, que acabaria em julho, até o fim de 2015. Hoje ele segue na reserva e tem o futuro indefinido no clube.
......................

Cássio
No dia seguinte à decisão da Copa, em 14 de junho, o Timão convocou uma coletiva e anunciou a renovação do goleiro Cássio. Assim como Gil, ele tinha contrato até o fim de 2015 e renovou o vínculo até o fim de 2018.
......................

Petros
O meia estava emprestado pelo Penapolense até o Paulistão do ano que vem. No meio deste mês, a diretoria acertou a compra de 50% de seus direitos econômicos e firmou um contrato até o fim de 2018. Ele é titular desde que entrou na equipe.