icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
12/07/2013
13:32

A ação movida por um torcedor do Remo na Justiça Comum, requerendo uma vaga na Série D, fez o clube paraense ser multado em R$ 20 mil pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), após um julgamento em primeira instância nesta sexta-feira. Além disso, o Remo foi condenado a uma exclusão da Quarta Divisão, cuja aplicação ficará condicionada a uma possível decisão favorável em última instância no Tribunal de Justiça do Pará, onde o processo do torcedor foi aberto.

O STJD entendeu que o Remo se beneficiou com o processo, apesar de não ter sido a diretoria remista a autora da ação, que tem a CBF como ré. O torcedor acionou a Justiça alegando que houve desrespeito ao Estatuto do Torcedor na entrada do Genus, representande de Rondônia, na Série D, já que a confirmação da participação do time rondoniense se deu a menos de 30 dias do início da competição. O caso já até rendeu uma liminar a favor do torcedor remista, que suspendeu os jogos do Genus na Série D.

A decisão, que foi confirmada ao L!Net pelo presidente do STJD, Flavio Zveiter, e o procurador-geral, Paulo Schmitt, cabe recurso e ele será usado pela diretoria do Remo.

A ação movida por um torcedor do Remo na Justiça Comum, requerendo uma vaga na Série D, fez o clube paraense ser multado em R$ 20 mil pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), após um julgamento em primeira instância nesta sexta-feira. Além disso, o Remo foi condenado a uma exclusão da Quarta Divisão, cuja aplicação ficará condicionada a uma possível decisão favorável em última instância no Tribunal de Justiça do Pará, onde o processo do torcedor foi aberto.

O STJD entendeu que o Remo se beneficiou com o processo, apesar de não ter sido a diretoria remista a autora da ação, que tem a CBF como ré. O torcedor acionou a Justiça alegando que houve desrespeito ao Estatuto do Torcedor na entrada do Genus, representande de Rondônia, na Série D, já que a confirmação da participação do time rondoniense se deu a menos de 30 dias do início da competição. O caso já até rendeu uma liminar a favor do torcedor remista, que suspendeu os jogos do Genus na Série D.

A decisão, que foi confirmada ao L!Net pelo presidente do STJD, Flavio Zveiter, e o procurador-geral, Paulo Schmitt, cabe recurso e ele será usado pela diretoria do Remo.