icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/06/2014
19:44

Uma vitória sobre o México, às 16h desta terça-feira, no Castelão, pode significar mais do que a manutenção da liderança no Grupo A da Copa do Mundo. Dependendo do resultado do confronto do dia seguinte, entre Camarões e Croácia, um triunfo pode garantir à equipe de Felipão a classificação antecipada para as oitavas de final, além de fortalecer os laços entre jogadores e torcida.

O capitão Thiago Silva sugeriu que os torcedores de Fortaleza cantem o Hino Nacional abraçados, assim como os jogadores. Foi no mesmo estádio, também contra o México, que criou-se o hábito de cantar a letra até o fim, mesmo que a Fifa só execute metade. Em 19 de junho do ano passado, pela fase de grupos da Copa das Confederações, o Brasil venceu por 2 a 0. Que a história se repita:

- Se lembrarem, no ano passado, o segundo gol nosso foi feito aos 40 minutos do segundo tempo. As duas equipes jogam um futebol de boa qualidade. Há muita movimentação e trabalho de bola. Vamos continuar insistindo nisso. Uma vitória nos deixa em uma situação muito confortável - disse Scolari.

Uma vitória deixaria o Brasil com seis pontos, enquanto o México permaneceria com três (fez 1 a 0 em Camarões na estreia). Dessa forma, um empate entre Camarões e Croácia garantiria a vaga à próxima fase, assim como uma vitória da Croácia.

A equipe titular deve ser modificada, já que o atacante Hulk tem sentido dores na coxa esquerda. Se o camisa 7 não puder jogar, o volante Ramires entra e muda o esquema do 4-3-3 para o 4-4-2. O México será o mesmo da rodada anterior, novamente com o astro Chicharito Hernández no banco de reservas.

- O Brasil tem importantes jogadores que podem mudar o jogo. O Brasil é o grande favorito e a seleção mais importante do mundo no futebol, mas estamos dispostos a conseguir os três pontos - disse o técnico mexicano, Miguel Herrera.

FICHA TÉCNICA

BRASIL X MÉXICO

Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Data/Horário: 17/6/2014, às 16h
Árbitro: Cuneyt Cakir (TUR)
Assistentes: Bahattin Duran (TUR) e Tarik Ongun (TUR)

BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Alves, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Ramires (Hulk) e Oscar; Neymar e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

MÉXICO: Ochoa; Rodríguez, Rafa Márquez e Moreno; Aguilar, Vázquez, Herrera, Guardado e Layun; Giovani dos Santos e Peralta. Técnico: Miguel Herrera.