icons.title signature.placeholder Daniel Guimarães e João Matheus Ferreira*
10/11/2014
15:54

Na véspera de eleição presidencial, Abílio Borges, presidente da Assembleia Geral e do Conselho Deliberativo do Vasco, pediu licença do cargo nesta segunda-feira. Segundo apurou o LANCE!Net, os motivos que o levaram a tal atitude é que ele tem sofrido muita pressão de diferentes correntes políticas do Cruz-Maltino. Entretanto, na carta entregue ao clube ele atestou motivos de saúde.

Com isso, Roberto Monteiro, que é o vice da Assembleia, assume a pasta. Como ele é um dos candidatos à presidência, pela chapa "Identidade Vasco", Silvio Godoi, vice-presidente do Conselho de Beneméritos, foi cotado para pegar o cargo, mas Monteiro quis assumir. A mesa diretora, além destes dois nomes, também conta com Eurico Miranda, presidente dos Beneméritos, e candidato pela chapa "Volta Vasco, Volta Eurico".

A Assembleia Geral é a pasta responsável por organizar a eleição presidencial do Vasco. O pleito, no entanto, ainda não sofreu nenhum tipo de alteração e segue marcado para esta terça-feira, de 9h às 22h, no ginásio de São Januário.

A eleição tem cinco candidatos confirmados: Eduardo Nery (Vasco Mais Que Um Gigante), Eurico Miranda (Volta Vasco, Volta Eurico), Julio Brant (Sempre Vasco), Márcio Santos (Vanguarda Vascaína) e Roberto Monteiro (Identidade Vasco).

* Atualizada às 17h05