icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/04/2014
13:36

Antes mesmo da estreia no Campeonato Brasileiro, o técnico Abel Braga já está lamentando uma sequência de jogos complicada para o Internacional. O comandante afirmou que os colorados pediram para não jogar no dia 1° de maio, data marcada para o confronto com o Cuiabá, pela Copa do Brasil. E cogita até mesmo retaliação por conta do posicionamento do presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Novelletto, que quase foi candidato da oposição na eleição da CBF.

Segundo o comandante colorado, o Inter pediu para não jogar no dia 1°, já que retorna de Cuiabá na sexta-feira e tem jogo no domingo, dia 4, contra o Sport, no Beira-Rio. Por isso, a data na Copa do Brasil incomodou o comandante.

- Só estou decepcionado com o dia. O único que não podia ser era dia 1°, podia ser dia 23, dia 30, mas dia 1° não. Não sei se tem a ver com eleição... Voltar de lá sexta, chega em Porto Alegre às 18h. E tem jogo domingo. Nem começou e já está ficando desumano - comentou Abelão.

Campeão brasileiro com o Fluminense, Abelão tem conhecimento da realidade de outros clubes fora do Rio Grande do Sul. E foi questionado se as equipes de Rio e São Paulo têm facilidades no trato com a CBF. E lembrou que Marco Polo Del Nero, após eleito presidente da CBF, chamou Novelletto de "filho rebelde".

- As coisas lá estão mais perto, as pessoas estão mais envolvidas, as pessoas que fazem parte da direção já foram diretores em clubes o Rio e SP. Facilita. Nós pedimos: "Qualquer data está bom, menos dia 1°". E caiu justamente dia 1°. Espero que não seja retaliação. Tenho relação até de amizade com o Novelletto. Me dou bem com ele, é extremamente correto. Não é à toa que futebol daqui está sempre em alta. Mas chamaram ele de filho rebelde. Aí não sei se já não está sobrando para cá, como pode sobrar para o Grêmio daqui a pouco. Tem que ficar esperto - completou Abel Braga

O Internacional estreia neste sábado no Brasileirão, contra o Vitória, às 18h30, no Beira-Rio. O clube gaúcho tem a equipe confirmada com Dida; Cláudio Winck, Paulão, Juan e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex, D'Alessandro e Alan Patrick; Rafael Moura.fi


Apesar da vitória, Abel Braga critica time do Internacional