icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
09/11/2014
19:59

Depois de estar do lado de falar após uma goleada por 4 a 1 sobre o rival, o técnico Abel Braga viveu o lado oposto neste domingo. O treinador do Internacional precisou tentar explicar o que aconteceu no Gre-Nal, na Arena, quando o Tricolor venceu o Colorado por 4 a 1, mesmo placar da final do Campeonato Gaúcho. E se limitou a dizer que a atuação de sua equie foi ruim. E reclamou da postura dos jogadores do Grêmio após o quarto gol marcado. 

- Você joga o que o adversário deixa tu jogar. O que lamento do jogo foi o quarto gol, da jogada iniciando em um lateral, é incrível. No segundo teve a felicidade. Quando o Moura marcou o gol, houve o recuo do Grêmio. Era o momento de organizar e acelerar mais. E sofremos o gol de falta. Vocês lembram que quando vencemos o Gauchão com esse placar, eu disse que era algo atípico. Principalmente em jogo decisivo. Aconteceu. Hoje aconteceu também, a única diferente que lamentamos, que é um garoto, que não fomos comemorar no banco deles quando ganhamos de quatro. Até apaga um pouco a grande vitória do Grêmio. Não precisava aquilo. Poderia gerar algo pior - destacou Abelão.

O time de Abel não conseguiu trocar a bola como gostaria, segundo o treinador. Antes do jogo, ainda na sexta-feira, o comandante colorado afirmou que o Grêmio iria marcar pressão e que ele havia treinado esta situação com os seus jogadores.

- Tivemos jogadores que fazem a equipe rodar bem, que não tiveram à vontade. Grêmio veio quase que com um 4-4-1-1. Luan movimentando por todos os lados e Ramiro no lado. Contra nós normalmente essa formação, pela maneira que a gente roda, é bom para nós, e não conseguimos jogar. Não estivemos no nosso melhor nível. Na parte individual, muito abaixo - reconheceu o treiandor.