icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2014
15:23

O assunto que monopoliza o Internacional antes do jogo deste sábado, com o Bahia, na Fonte Nova, é justamente o jejum de partidas longe do Beira-Rio. No estádio, 100% de aproveitamento. Como visitante, empates e derrota. O técnico Abel Braga, porém, rechaçou a "confiança abalada" citada pelo meia Alex e diz que sempre pede para o time manter a postura ofensiva.

- Fico até surpreso com essa colocação, porque não mudo minha forma de jogar. Minha equipe não muda a forma de jogar dentro ou fora. Fiz uma coisa no domingo passado, claro que conhecendo a caracteerística dos jogadores e sabendo do que poderiam dar, mas foi o primeiro jogo com Willians, Wellington e Charles, com mais liberdade. Não compactuo com isso. Meu time só tem uma maneira de jogar, de forma ofensiva. E jogando vai fazer gol, foi o que pedi contra o Flamengo - disse Abelão.

Até o momento, o Inter tem quatro empates, com Botafogo, Criciúma, Coritiba e Fluminense. E a derrota para o Corinthians, na volta do Brasileirão, na Arena. O técnico minimiza o retrospecto fora de casa e valoriza a ausência de derrotas - apenas o resultado ruim do Timão.

- Perdemos um jogo fora de casa. Não importa (sem vitória), empatamos. São Paulo perdeu para a Chapecoense em casa. Não vou ficar em cima disso, "temos que ganhar fora de casa". É diferente. Precisamos recuperar três pontos do Cruzeiro. É quem nem o atacante que fica 5 jogos sem fazer gol. Fica uma cobrança, vocês vivem de números. Estamos bem, se tivesse empatado (com Corinthians), não teria a pergunta - completou o treinador.