icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/04/2014
18:35

O Internacional venceu o primeiro Gre-Nal da final do Gauchão deste ano por 2 a 1. Logo, tem uma vantagem na decisão deste domingo, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. Por isso, os jogadores gremistas jogaram todo o favoritismo para os colorados ao final da vitória sobre o Nacional, na Arena, e afirmaram que o Inter tem a "mão na taça". O técnico Abel Braga rebateu a opinião e disse que só colocará a mão na taça ao final dos 90 minutos.

O resultado do clássico 400 deixa o Colorado com a possibilidade de ganhar o tetracampeonato gaúcho mesmo que não vença. Pode até perder por 1 a 0 que fica com a taça. Algo praticamente desconsiderado pelos alvirrubros.

- Eu quero segurar a taça. Até colocar a mão ali são 90 minutos de muita disputa, respeito mútuo. Da maneira que vencemos o primeiro eles podem vencer o segundo. Gostaria de que a gente jogasse na nossa casa, mas não deu. Não jogamos no Centenário ainda esse ano, mas tudo bem, não vamos dar desculpa - comentou Abelão nesta sexta-feira.

O Inter está definido para o confronto. Abel terá os retornos de Juan e Alex em relação ao time que venceu o Peñarol, na reabertura do Beira-Rio. Do clássico Gre-Nal vencido na Arena, apenas uma mudança: a entrada de Alan Patrick na vaga de Jorge Henrique, substituição que aconteceu no intervalo do jogo e melhorou o time colorado.