icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/06/2014
19:24

Tem sido rotina nos últimos treinamentos no retorno do Internacional após o recesso. Cláudio Winck passou a ser escalado por Abel Braga no meio-campo. Até mesmo no time titular, ao lado de Willians. E o lateral-direito - e agora volante - acatou o pedido de Abel e garante que está acostumado a jogar no setor.

No time juvenil do Inter, Winck foi muito utilizado como meia. Não é uma novidade para o jogador. Mas é no time principal, onde ele sempre havia sido usado como lateral-direito, posição que ele não descarta.

- Me sinto bem ali. O Abel tem conversado comigo, mas não deixei de ser lateral em nenhum momento. Abriu uma vaga e estou procurando jogar ali, já joguei na base por ali. E procuro dar o meu melhor - comentou Winck.

A posição está aberta desde a saída de Aránguiz para a seleção chilena. Wellington foi escalado por Abel no Brasileirão. No retorno aos trabalhos, Ygor também foi testado na função, ao lado de Willians. O comandante parece estar observando todos as opções.

- Foi na volta, o Abel chegou para mim e falou para fazer esta função, e sair pela direita, caindo no fundo. Achei uma boa ideia, porque sou bastante ofensivo e gosto de jogar na meia. Onde o Abel colocar eu vou jogar. O Brasileiro é longo e vai abrir oportunidade, na lateral ou no meio. E quero estar pronto para entrar na equipe - completou o lateral.

Neste sábado, o Inter enfrentará o Camboriú no Costão do Santinho. A tendência é que Winck seja testado como titular na função.