icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/03/2014
13:23

O técnico Abel Braga se mostrou inconformado com a saída do Internacional do Beira-Rio nas quartas de final, neste sábado, às 16h, contrao Cruzeiro-RS. O comandante criticou a mudança do local da partida. Principalmente, por conta das razões: a festa de reinauguração do estádio e as obras de finalização em andamento.

O jogo decisivo estava marcado para a casa colorada. A vistoria do Corpo de Bombeiros estava marcada para esta sexta-feira. Mas tudo foi cancelado porque o estádio foi cedido para a produtora da festa. Algo que não agradou ao comandante colorado.

- O Inter continua como no ano passado: sem casa, sem destino. Eu não falo mais, é cansativo. É chato, é chato demais. Esse negócio de jogo não acontecer por causa de festa, de alpinista não existe. Isto é conversa para boi dormir. Festa é time em campo, com o torcedor. A minha festa é o meu time jogar no Beira-Rio. A festa do torcedor é ver o time no seu estádio. Não quero saber desse negócio de festa - criticou Abel Braga.

A transferência do jogo para o Estádio do Vale deixou o treinador irritado em praticamente toda a entrevista coletiva. Citou o problema até mesmo quando não havia sido perguntado sobre o assunto. Sem a casa, o Inter perde a vantagem de definir em seus domínios. Será mandante, mas não terá um grande apoio do público.

- Fizemos o maior número de pontos e não temos vantagem do empate nem de jogar em casa. Mas não muda. A dificuldade no Beira-Rio, em Novo Hamburgo, será a mesma. Mas sabemos que tem coisas que não dá para entender mutio bem. Os alpinistas foram os mesmos que trabalharam em Maracanã, Brasília. Alegaram visto de trabalho, depois protetor solar, depois óculos e não deixaram trabalhar. É muita coisa. Vamos ver depois da Copa a gente consiga jogar aí - disse Abelão.

A expectativa era de que após jogar no Beira-RIo, o Inter conseguisse o retorno definitivo. A previsão era que isso acontecesse após o início das fases decisivas, mas foi frustrado por estas mudanças. O Colorado venceu duas vezes em sua casa, partidas contra Caxias e Brasil-RS.

A reabertura do Beira-Rio está marcada para os dias 5 e 6 de abril. Primeiro, com shows e uma festa. Depois, no dia seguinte, com amistoso contra o Peñarol. Por isso o estádio será cedido pela administração para a produção da festa.