icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/06/2014
14:31

O Internacional entrou dividido em campo na manhã deste sábado. Mas calma, torcedor colorado, nada tem a ver com um elenco desunido. Abel Braga cortou a equipe titular em dois e escalou titulares e reservas mesclados contra o Camboriú. A vitória de 3 a 0 e a movimentação agradou ao comandante. Mas na quarta-feira, contra o Metropolitano, as partes se encontram.

No time que iniciou o trabalho de hoje, Abelão escalou Dida, Gilberto, Ernando, Willians, Cláudio Winck, D'Alessandro e Rafael Moura dos titulares - com Paulão machucado, Ernando seria a opção. Depois, na segunda etapa, atuaram Juan, Fabrício, Alan Patrick e Jorge Henrique.

- Eu quis criar dificuldade, cortei a equipe no meio. O lado direito foi uma equipe, lado esquerdo na outra. Foi legal para criar uma dificuldade maior. Foram dois tempos muito bons, não sofremos gols e criamos oportunidades. Valeu a pena, levaram à sério. Contra uma equipe rápida, de boba não tem nada - avaliou o comandante colorado.

Na próxima quarta, porém, a equipe colorada deve ter a escalação que chega mais perto ao time que recomeçará o Brasileirão, contra o Corinthians, no dia 17: Dida, Gilberto, Ernando (recuperado, Paulão joga), Juan e Fabrício; Willians, Winck (a parte física de Aránguiz será reavaliada em seu retorno), D'Alessandro, Alan Patrick e Jorge Henrique; Rafael Moura.

- Não vou poder trabalhar ainda para o Corinthians, está muito longe. Vamos ver como eles vão chegar e como volta o Charles. Mas quarta é a equipe que fez mais pontos no Catarinense. Não pode facilitar em nada. É um jogo complicado, mas para nós é um treino. Vamos com a equipe inteira - confirmou Abelão.