icons.title signature.placeholder Matheus Babo
icons.title signature.placeholder Matheus Babo
05/07/2013
12:49

"Conto com ele". Foi dessa maneira que o técnico Abel Braga respondeu uma pergunta sobre Thiago Neves na entrevista coletiva desta sexta-feira, nas Laranjeiras. O camisa 10 está próximo de acertar a transferência para o Al Hilal, da Arábia Saudita, mas o treinador afirmou que espera pelo seu retorno no Campeonato Brasileiro e chegou a revelar que achava que o negócio com os clubes dos mundo árabe tinha ficado para trás.

- Conto com o jogador porque as coisas não andaram. Nós contamos muito com ele. Acho que esse negócio já ficou para trás, mas não tenho certeza - disse o treinador.

Thiago recebeu ofertas de dois times árabes, o Al Hilal e o Al Shabab, mas estava mais próximo de acertar com o primeiro, por conta da melhor proposta, por ter atuado no clube em outra passagem e ter se tornado um ídolo do clube. Atualmente, ele segue em tratamento de uma lesão na panturrilha esquerda, agravada na partida contra o Olimpia, na Libertadores, em que ele quis jogar por ser um momento decisivo.

- Ele está se recuperando, lamentamos essa contusão em um momento que era muito importante e nós não conseguimos, que foi a Libertadores - lembrou Abel.

Apesar do certo otimismo do comandante tricolor, o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, garantiu que a negociação não "ficou para trás", mas também não teve novidades. Sendo assim, o clube segue em compasso de espera em relação ao meia Thiago Neves.

- O Abel sempre nos consulta e foi passado a ele isso. A negociação está em compasso de espera. Existe possibilidade de sair, como existe possibilidade de permanecer. Futebol não dá para avaliar hipótese, mas o clube está avaliando - comentou o diretor.

"Conto com ele". Foi dessa maneira que o técnico Abel Braga respondeu uma pergunta sobre Thiago Neves na entrevista coletiva desta sexta-feira, nas Laranjeiras. O camisa 10 está próximo de acertar a transferência para o Al Hilal, da Arábia Saudita, mas o treinador afirmou que espera pelo seu retorno no Campeonato Brasileiro e chegou a revelar que achava que o negócio com os clubes dos mundo árabe tinha ficado para trás.

- Conto com o jogador porque as coisas não andaram. Nós contamos muito com ele. Acho que esse negócio já ficou para trás, mas não tenho certeza - disse o treinador.

Thiago recebeu ofertas de dois times árabes, o Al Hilal e o Al Shabab, mas estava mais próximo de acertar com o primeiro, por conta da melhor proposta, por ter atuado no clube em outra passagem e ter se tornado um ídolo do clube. Atualmente, ele segue em tratamento de uma lesão na panturrilha esquerda, agravada na partida contra o Olimpia, na Libertadores, em que ele quis jogar por ser um momento decisivo.

- Ele está se recuperando, lamentamos essa contusão em um momento que era muito importante e nós não conseguimos, que foi a Libertadores - lembrou Abel.

Apesar do certo otimismo do comandante tricolor, o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, garantiu que a negociação não "ficou para trás", mas também não teve novidades. Sendo assim, o clube segue em compasso de espera em relação ao meia Thiago Neves.

- O Abel sempre nos consulta e foi passado a ele isso. A negociação está em compasso de espera. Existe possibilidade de sair, como existe possibilidade de permanecer. Futebol não dá para avaliar hipótese, mas o clube está avaliando - comentou o diretor.