icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/07/2013
11:09

Abel estava visivelmente abatido com as falhas individuais do Fluminense após a derrota de 3 a 1 para o Vasco, no último domingo, na reabertura do Maracanã para os clubes. Perguntado se era hora de sacudir o time, o treinador mostrou que confia no seu grupo de jogadores e chamou a responsabilidade.

- Aconteceram falhas, não citei nomes e a responsabilidade de melhorar ou não vai ser minha. Tenho jogadores capazes de dar uma volta por cima no momento, que não é positivo - disse.

Abelão também elogiou a capacidade de entrega do time, que mesmo com desvantagem numérica durante todo o jogo, não se entregou. Segundo o treinador, essa é a força desse grupo, e voltou a prometer que vai mexer de algumas maneira com os jogadores.

- Temos que ter a consciência de quanto eles acreditaram quando fizemos o gol e incendiaram o Maraca. Ali eles deram uma resposta positiva de uma relação forte com a equipe. Por isso que este grupo é muito forte, mas algo tem que ser feito, nada vai ficar parado. Nâo pode ser desta maneira - concluiu.

Abel tenta explicar derrota para o Vasco

Abel estava visivelmente abatido com as falhas individuais do Fluminense após a derrota de 3 a 1 para o Vasco, no último domingo, na reabertura do Maracanã para os clubes. Perguntado se era hora de sacudir o time, o treinador mostrou que confia no seu grupo de jogadores e chamou a responsabilidade.

- Aconteceram falhas, não citei nomes e a responsabilidade de melhorar ou não vai ser minha. Tenho jogadores capazes de dar uma volta por cima no momento, que não é positivo - disse.

Abelão também elogiou a capacidade de entrega do time, que mesmo com desvantagem numérica durante todo o jogo, não se entregou. Segundo o treinador, essa é a força desse grupo, e voltou a prometer que vai mexer de algumas maneira com os jogadores.

- Temos que ter a consciência de quanto eles acreditaram quando fizemos o gol e incendiaram o Maraca. Ali eles deram uma resposta positiva de uma relação forte com a equipe. Por isso que este grupo é muito forte, mas algo tem que ser feito, nada vai ficar parado. Nâo pode ser desta maneira - concluiu.

Abel tenta explicar derrota para o Vasco