icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
18/02/2015
16:26

Ainda sem vencer com seu time principal na temporada, o Internacional sofre com as críticas. E coube ao capitão D'Alessandro responder após a derrota para o The Strongest, da Bolívia. Com o 3 a 1 sofrido na última terça-feira, o Inter amarga o último lugar do Grupo 4 da Libertadores, com zero pontos, assim como o Universidad do Chile, que perdeu por 1 a 0 para o Emelec.

Já acostumado com a pressão de vestir a camisa colorada, D'Alessandro afirmou que as críticas não prejudicam seu futebol. Pelo contrário. Para o camisa 10, as críticas acabam por motivar e melhorar seu rendimento em campo.

- Está se batendo de que estou velho, de que não presto, que estou com quase com 34 anos. Eu gosto. Quanto mais me criticam, mais eu pego força no meu interior, na minha casa, assistindo, ouvindo, sabendo o que falam. O futebol é assim. Vou continuar fazendo o melhor para o clube. Jogando mal ou bem, vou tentar ajudar para que o objetivo seja cumprido - disse o capitão.

D'Alessandro também falou sobre suas responsabilidades dentro de campo. Segundo o jogador, sempre haverá entrega por parte dele, mas é preciso que se entenda a função de cada jogador em campo. D'Ale também falou sobre os erros da partida contra  o The Strongest, mas disse que acredita em uma evolução da equipe na temporada.

- Eu acho que não depende de um atleta, mas de um sistema tático bem treinado, de um equilíbrio que tem que conseguir para marcar e defender. Demos muito espaço para eles. Vai melhorar, mas quem quiser que o D'Alessandro marque está errado. Eu vou ajudar, mas quem esperar que o D'Alessandro marque que nem o Willians, está errado - concluiu.

O próximo compromisso do Internacional é pelo Campeonato Gaúcho. No próximo domingo, o Inter enfrenta o São Paulo-RS pela sétima rodada do campeonato estadual.