icons.title signature.placeholder João Pires
29/11/2013
19:09

Pode ser um evento festivo, mas para os principais pilotos do automoblismo, a 500 Milhas de Kart, que acontece neste sábado no Beto Carrero World, em Penha (SC), já ganhou contornos de uma competição importante. Um dos mais entusiasmados com a prova é Tony Kanaan, que chegou a citar a necessidade de se apresentar na prova antes de firmar um novo contrato na IndyCar.

- Na verdade, isso aqui (500 Milhas de Kart) se tornou uma tradição já. A prova é parte do meu calendário, não tem essa de vou ver se vou correr. É certo, corro todo ano. Quando eu negociei o contrato com a Ganassi, eu já acrescentei no vínculo que teria esta corrida aqui - falou Kanaan, de 38 anos, ao L!Net.

Outro que vê a competição como uma parte importante do calendário é Felipe Nasr, piloto que foi quarto colocado na GP2 este ano e que busca uma vaga na Fórmula 1 para 2014.

- Sempre foi um evento bem bacana, é uma descontração legal para o fim do ano. E por mais que a gente ache que é brincadeira, acaba que sempre levamos a sério no fim. E voltar a andar de kart é sempre muito bom, até hoje eu ando para me preparar - disse Nasr, de 21 anos.

Kanaan correrá na equipe Hanier, ao lado de pilotos como Rubens Barrichello, Bia Figueiredo e Felipe Giaffone. Já Nasr, ao lado de Beto Monteiro e Carlos Crespo, faz parte de uma das cinco equipes da PCR, marca italiana de chassi.