icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/11/2013
09:13

Quando o Fluminense precisa de número, acontece o suave milagre rodrigueano. Quinta-feira, véspera de feriado, 21h. A torcida tricolor, contra todas as adversidades, comparece em peso ao Maracanã para empurrar o Time de Guerreiros que não vencia há nove jogos no Campeonato Brasileiro e precisava desesperadamente da vitória para deixar a zona de rebaixamento.

Motivada pela chegada de Dorival Júnior, a equipe, assim como na fantástica campanha da fuga do rebaixamento em 2009, é abraçada pelas mais de 30 mil pessoas presentes que vibram a cada dividida. O Tricolor, se não é brilhante, tem a melhor atuação do passado recente e conquista a vitória por 2 a 0 sobre o Náutico. Um indício de nova realidade que pode significar uma recuperação:

– Acho que o torcedor abraçou a equipe. Quando a torcida comparece e joga com o time é natural que os resultados comecem a aparecer – explicou Dorival.

Para confirmar a volta por cima, o Fluminense conta novamente com o apoio dos torcedores, amanhã, às 17h. A expectativa é de Maracanã lotado, possivelmente o maior público do Flu neste ano, no duelo contra o São Paulo. O técnico já assumiu o papel de porta-voz e fez a convocação:

– O torcedor será fundamental. É preciso lotar o Maracanã no domingo. Precisamos de público recorde para nos empurrar mais uma vez.

Entretanto, Dorival fez uma ressalva em relação ao comportamento dos tricolores. Nervosos pela situação do Fluminense, parte deles cobrou o zagueiro Leandro Euzébio durante o jogo com vaias após um passe errado, situação que pressiona o atleta e tira a tranquilidade.

– Tem que ter paciência. O torcedor tem que saber que a confiança do jogador é importante e os incentivos e aplausos deram mais estabilidade. Um erro pode acontecer a qualquer instante e o torcedor precisa entender. A cobrança deve ficar para o ano que vem. O tricolor tem que apoiar – pediu o treinador.

O meia Wágner, que teve bela atuação contra o Náutico e saiu aplaudido de campo, definiu a importância deste apoio:

– Ajuda muito. Ainda bem que eles foram e viram que nos entregamos. Agora, irão apoiar ainda mais.
A sorte está lançada e o futuro pode ser escrito por time e torcedores.

Wágner elogia torcida e diz que time é reflexo da arquibancada