icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/03/2014
08:30

Além da goleada do Atlético-MG por 4 a 1 diante do América-MG, o clássico no Indepencência foi mais que especial para o goleiro Victor. Contratado em junho de 2012 e anunciado como reforço de peso pelo presidente Alexandre Kalil, o camisa 1 santificado pela Massa atleticana completou 100 jogos com a camisa do Atlético.

– Eu procuro fazer o meu melhor a cada jogo. Fico muito feliz de ter atingido essa marca, de continuar fazendo história aqui dentro do Atlético. Não penso em fazer projeções para o futuro, apenas espero dar o meu melhor a cada partida pelo Atlético - falou o goleiro após a partida.

Desde Velloso, na temporada de 2001, o Atlético não tinha um goleiro com tantas partidas pelo clube. Após a saída de Diego Alves, em 2007, o time alvinegro passou por sérios problemas debaixo de sua meta. Edson, Carini, Renan Ribeiro e Aranha foram alguns dos goleiros que passaram
pelo clube, mas não se firmaram.

Não bastasse a regularidade e alto desempenho debaixo das traves, Victor ainda se tornou santo pela torcida atleticana por ser um dos responsáveis diretos pelo título da Libertadores de 2013. Desde a partida contra o Tijuana, nas quartas de final da competição, o goleiro começou a realizar seus milagres dentro de campo, ajudando de forma expressiva no título continental daquele ano.

Atropelou! Galo faz 4 no América e põe um pé na final