Kitadai e Sarah Menezes

Felipe Kitadai e Sarah Menezes terminaram com a sétima colocação no Rio de Janeiro

LANCE!
06/08/2016
16:34
Rio de Janeiro

Há quatro anos, logo no primeiro dia de disputas do judô, Sarah Menezes e Felipe Kitadai, que integram o Time Petrobras, deixaram Londres com um ouro e um bronze, respectivamente. Desta vez, no entanto, os dois não repetiram as boas atuações e foram eliminados na repescagem nos Jogos Olímpicos Rio 2016, neste sábado (6/8).

Campeã olímpica em Londres-2012 na categoria até 48kg, Sarah não conseguiu repetir o bom resultado dos Jogos Olímpicos anterior e terminou a Rio-2016 sem um lugar no pódio neste sábado. Após perder para a cubana Dayaris Mestre Alvarez nas quartas de final, ela voltou a ser derrotada na repescagem, dessa vez para a mongol Urantsetseg Munkhbat.

O esforço da brasileira foi reconhecido pelo público. Afinal, logo no primeiro dia de disputa do judô na Olimpíada do Rio, ela era apontada como a principal candidata a obter uma láurea. Não poderia ser diferente. Não apenas pelo primeiro lugar na capital inglesa quatro anos atrás, mas pelos resultados anteriores obtidos nessa temporada.

Em um esporte que já deu muitas medalhas ao Brasil em Jogos Olímpicos, o público se empolgou. Não esgotou todos os lugares na Arena Carioca 2, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, mas vibrou a cada tentativa de ataque de Sarah, e também vaiou cada decisão da arbitragem.

Como tem acontecido nas competições da modalidade dentro do país, também não faltaram os gritos de incentivo mesmo quando o silêncio era grande. Se a técnica Rosicleia Campos é proibida de dar instruções enquanto o combate acontece, os demais "treinadores" na arquibancada deram o tom. Não faltaram pitacos para a brasileira.

Mas nenhum deles funcionou. A luta equilibrada com a mongol quase foi definida nos segundos finais, quando Sarah recebeu uma chave de braço. Aguentou alguns segundos para levar a decisão para o Golden Score. O problema é que dessa vez, não se livrou do mesmo golpe. A Arena se calou. E ao ver a judoca do Brasil deitada no chão com dor no braço direito e também muita tristeza pela derrota, passou a gritar seu nome.

Entre os homens, quem lutou neste sábado pelo Brasil foi Felipe Kitadai, na categoria até 60kg. E dá para dizer que o enredo da participação dele nos Jogos foi muito parecido com o de Sarah Menezes.

Após cair nas quartas de final diante de Orkhan Safarov, do Azerbaijão, o judoca foi para repescagem. Mas novamente acabou derrotado, dessa vez, para o uzbeque Diyorbek Urozboev.

Assim como Sarah Menezes, Kitadai foi muito aplaudido ao deixar o tatame. E também terminou na sétima colocação, sem conseguir repetir a medalha de bronze obtida em Londres-2012.