LANCE!
11/07/2017
18:16
Rio de Janeiro

Bicampeão carioca (1961/62) pelo Botafogo, campeão mundial com a Seleção Brasileira em 1962 e campeão italiano pela Fiorentina em 1969. Amarildo Tavares da Silva recebeu o apelido de O Possesso depois da excelente participação na Copa de 1962, quando substituiu Pelé, contundido, e ajudou o Brasil a ser bicampeão do mundo. É um autêntico craque TIM 4G do passado e um dos homenageados pela TIM, patrocinadora dos quatro grandes clubes cariocas.

Natural de Campos dos Goytacazes (RJ), o habilidoso garoto começou a carreira no Goytacaz. Foi para o juvenil do Flamengo, mas acabou dispensado dois anos depois e pensou em desistir do futebol. Amarildo servia ao Exército, quando o jogador Paulistinha o convenceu a fazer um teste no Botafogo. Foi aprovado. Pelo Alvinegro, jogou 238 vezes entre 1958 e 1963 e marcou 135 gols. Além do bicampeonato estadual, conquistou no clube o Brasileiro (Roberto Gomes Pedrosa, de 1962) e a Copa Intercontinental de Clubes da França, em 1963.

Virou ídolo em General Severiano jogando ao lado de lendas como Garrincha, Didi, Quarentinha e Zagallo. Amarildo foi também ídolo na Itália, onde defendeu três grandes equipes: Fiorentina, Roma e Milan, entre 1962 e 1972. No time de Milão, formou o poderoso ataque rubro-negro com Mazzola, Mora, Lodetti e Gianni Rivera. O artilheiro atuou também no Vasco, em 1973, onde encerrou a carreira no ano seguinte, com o título de campeão brasileiro.

Na Seleção Brasileira, Amarildo fez 24 partidas e marcou nove gols. Na Copa do Chile, em 1962, em substituição ao machucado Pelé, o atacante participou de quatro jogos e marcou três gols: dois contra a Espanha e um contra a Tchecoslováquia, na final.
Amarildo morou muitos anos na Itália e retornou ao Brasil em 2007 para tentar a carreira de treinador, mas teve poucas oportunidades - comandou apenas o América-RJ, em 2008. Em 2011, foi acometido por um câncer de garganta, mas menos de um ano depois anunciou estar curado da doença.

Patrocinadora de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco, a TIM homenageará até o fim de 2017 jogadores do passado dos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro, que, de forma geral, apresentaram os atributos “G” (Garra, Gênio, Gigante, Grandeza) quando atuavam. Periodicamente, contaremos um pouco da história destes craques e o motivo deles terem sido escolhidos. Afinal, os quatro maiores times cariocas merecem a maior cobertura 4G do Rio e as melhores histórias para serem compartilhadas.