LANCE!
13/06/2017
18:01
Rio de Janeiro

Um sérvio de alma carioca. É como se pode descrever o meia Dejan Petkovic, nascido em 10 de setembro de 1972 na ex-Iugoslávia e notadamente um dos melhores estrangeiros que já atuaram no país, o que o faz como um dos homenageados pela TIM, patrocinadora dos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro, como craque TIM 4G do passado. O futebol não foi a primeira opção dele. Formado em Enfermagem, concluir a faculdade foi uma exigência dos pais para que seguisse com o sonho de ser jogador.

Campeão iugoslavo em 1991/1992 e da Copa da Iugoslávia (1993) pelo Estrela Vermelha; campeão espanhol pelo Real Madrid em 1997, Petkovic chegou ao Brasil no mesmo ano e logo se destacou, ajudando o Vitória a garantir o Campeonato Baiano. No Rubro-Negro baiano foi ainda bicampeão da Copa do Nordeste (1997 e 1999).

Exímio batedor de faltas, guerreiro, especialista em colocar o companheiro na cara do gol, dono de lançamentos, passes e cruzamentos precisos, Petkovic brilhou, no entanto, em outro rubro-negro: no Flamengo, onde conquistou os maiores títulos da carreira e virou simplesmente Pet, um apelido mais fácil para ser gritado do que o sobrenome. Chegou à Gávea em 2000 já com status de grande contratação e, depois de uma temporada sem muito brilho, conquistou logo o bicampeonato carioca (2000/2001), a Copa dos Campeões de 2001.

Caiu de vez nas graças da torcida após o gol de falta que deu o tri estadual ao Flamengo, na final contra o Vasco, em 2001, aos 43 minutos do segundo tempo. O jogo é tido como um dos mais emocionantes da história do futebol carioca até hoje.
Pet deixou a Gávea em 2003 e retornou ao clube em 2009, para ajudar o Flamengo a conquistar o Campeonato Brasileiro, encerrando um jejum de 17 anos.

No Brasil, Petkovic vestiu também as camisas de Vasco, Fluminense, Goiás, Santos e Atlético-MG, mas sem o mesmo protagonismo que teve no Flamengo - foi campeão carioca com o Vasco, em 2003. Depois de aposentar as chuteiras, iniciou a carreira de dirigente de futebol. Atualmente, é treinador.

Patrocinadora de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco, a TIM homenageará até o fim de 2017 jogadores do passado dos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro, que, de forma geral, apresentaram os atributos “G” (Garra, Gênio, Gigante, Grandeza) quando atuavam. Periodicamente, contaremos um pouco da história destes craques e o motivo deles terem sido escolhidos. Afinal, os quatro maiores times cariocas merecem a maior cobertura 4G do Rio e as melhores histórias para serem compartilhadas.