Maria Sharapova

Maria Sharapova foi defendida por Isinbayeva

TÊNIS NEWS
10/03/2016
20:07
MOSCOU (RUS)

A maior saltadora com vara da história, Yelena Isinbayeva, da Rússia, usou um argumento não muito comum para defender a compatriota Maria Sharapova, pega no exame antidoping pelo uso da substância Meldonium, proibida pela WADA a partir deste ano.

Em sua conta na rede social Instagram, ela publicou uma mensagem em que diz ser ‘simplesmente ridículo’ que o Meldonium seja proibido, já que sua avó o utiliza e ‘não se tornou uma super avó nem foram identificadas quaisquer habilidades sobrenaturais’ .

LEIA O COMUNICADO COMPLETO, ABAIXO:
“Queridos amigos, na pessoa de Maria Sharapova eu gostaria de apoiar todos os atletas russos que estão enfrentando problemas devido a testes antidoping positivos da substância tida como ‘doping’ meldonium. Meu Deus do céu, isso é simplesmente ridículo. Minha avó tem tomado Mildronate pelos últimos 6-7 anos (o princípio ativo é o Meldonium) e o estranho é: ela não se tornou uma super-avó, nenhuma habilidade sobrenatural foi identificada, nenhuma resistência a mais foi encontrada. Estamos esperando para ver uma vitamina ou hematogen [uma barra nutritiva russa] na lista de substâncias proibidas”.

Outros sete atletas russos foram pegos no antidoping por conta do Meldonium neste ano, entre eles os patinadores Semion Elistratov, campeão olímpico, e Pavel Kilizhnikov, campeão mundial.

O medicamento, que curiosamente é proibido pela FDA americana [Agência reguladora de medicamentos do país], é facilmente encontrado na Rússia, podendo ser, inclusive, comprado pela internet, ou em qualquer farmácia, sem necessidade de receita. Sharapova comprava o Meldonium em seu país natal, apesar de morar nos EUA desde os seis anos de idade.