Maria Sharapova

Maria Sharapova no Australian Open

TÊNIS NEWS
04/02/2016
20:02
Ponte Vedra Beach (EUA)

Semanas após a ATP anunciar que não daria pontos no ranking para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que começam no dia 5 de agosto, a WTA, entidade que controla o tênis feminino, seguiu a masculina e também cortou a pontuação.
Foi divulgada nesta quinta-feira o formato de classificação do tênis feminino que será igual ao masculino com 64 tenistas em simples e 32 duplas com no máximo seis tenistas nas três competições que valem medalhas (dupla mista também) e a entidade não incluiu pontuação para esta edição.

De acordo com a entidade a atleta apta a jogar precisa ser parte do time da Fed Cup e ter estado no mínimo três vezes no último ciclo Olímpico, um destes duelos precisa ter ocorrido em 2015 e 2016.

Se a atleta tiver participado de 20 semanas de Fed Cup a exigência cai para dois encontros no último ciclo olímpico, um deles entre 2015 e 2016. Casos de Daniela Hantuchova, Francesca Schiavone e Samantha Stosur.

Se uma nação jogar o Zonal em formato de grupos por pelo menos três dos últimos quatro anos no ciclo olímpico vigente a tenista precisa ter estado em dois deles, é o caso de Caroline Wozniacki que precisa jogar no Egito em abril para estar apta aos Jogos.

As jogadoras também precisam estar adequadas com a ITF e a federação local. Maria Sharapova é ameaçada pela Federação russa. A tenista alega estar machucada e pode ser cortada do duelo contra a Holanda e o presidente da federação russa, Shamil Tarpischev tiraria a musa dos Jogos do Rio de 2016.